quarta-feira, 13 de abril de 2016

O vazio depois do prazer

Olá querido(a)!
Estava pensando sobre o assunto relacionamento nos dias atuais, e me deu uma vontade de escrever sobre isso. Vejo que os relacionamentos das pessoas são tão vazios, rápidos e superficiais. Pareço um pouco conservadora nesse quesito, mas é que não consigo me encaixar nessa de sair com todo mundo, beijar todo mundo e achar normal. Não me sinto bem, mas não julgo quem faz isso. Só acho que as vezes essas pessoas se sentem pior do que se ficassem aproveitando sua própria companhia.

(Imagem do WeHeartIt)

A história é sempre a mesma, mas pode começar onde você preferir: insira aqui o aplicativo de relacionamentos ou rede social que preferir. Você dá match, crush, combina, ou seja lá o que for com alguém. Geralmente combina com alguém que te atraia e , sim, a questão aqui é beleza física. Afinal, ninguém vê beleza interior nas redes sociais e aplicativos né? Beleza interior só depois de muita conversa e muito olho no olho.

Você acaba se interessando por alguém a ponto de encontrar com essa pessoa. O encontro acontece. Papo vai, papo vem… Ou as vezes nem rola papo nenhum, as pessoas vão logo se pegar. Quando digo em se pegar, é em todos os sentidos tá? Os dois estão com vontade, e por isso rola mesmo. Mas tem sempre aquele que cria expectativa né? Que vai rolar outro encontro, que pode virar um namoro e tal, mas nada disso acontece.

No fim das contas você chega em casa e percebe que foi apenas usada(o) por mais um(a), deita a cabeça no travesseiro e chora. Por mais que você seja uma pessoa moderninha e tal, você não gosta da solidão. Você quer o prazer porque é divertido no color do momento, mas você também quer uma pessoa que esteja ali em todos os momentos pra você. O sentimento de vazio é grande, apesar de ter conseguido massagear o ego pelo menos no momento que tava com a pessoa e ela parecia a melhor do mundo.

E a história se repete novamente com você, porque você acha que pode ser diferente. Mas não é.

A pessoa faz isso tudo para preencher o vazio de não ter alguém mas ter a liberdade de estar com quem quiser, acaba no fim das contas fica vazia. Triste, mas real. Por isso as vezes é melhor aproveitar a companhia de si mesmo, do que ter uma companhia passageira.

O texto não é pra criticar a vida que ninguém leva (até porque cada um faz o que quiser da sua vida), mas para mostrar um lado da coisa que quase ninguém vê. Contei não experiências minhas, mas que vejo pessoas próximas vivenciando.

Eu espero que você tenha gostado desse texto de minha autoria, e se quiser mais textos escritos por mim diga nos comentários. Não sou a melhor escritora do mundo, mas gosto de escrever.

Beijoos ;*



9 comentários:

  1. adoreeei seu texto Thais! concordo com várias coisas que disse!

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto e super concordo com vc em tudo que escreveu.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia
    Instagram
    Fan Page

    ResponderExcluir
  3. Concordo Thais, eu nunca conseguiria sair assim com alguém apenas combinando por um app, mas vai de cada um né? hoje o relacionamento é muito status, ou melhor sempre foi, as vezes a pessoa nem está feliz, mas continua para manter á aparência... complicado

    http://naiamelo.blogspot.com.br/ (Ciranda da Bailarina)

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sério, querida?! Então tens de nos mostrar também. Fiquei ansioso por conhecer :D

    Muito pessoalmente, acho que deves voltar a escrever desta forma para nós. Retratas um problema tão trivial na nossa sociedade de uma forma incrível!

    NEW REVIEW POST | Cien SOS Hand Cream.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
  5. Lá diz o ditao: " mais vale se que mal acompanho"

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  6. Bom texto e partilha também.
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Me encontrei nesse post, estou solteira a pouco mais de 3 anos, e me sinto bem melhor, para mim para ficar com alguém, tem que haver sentimento, não me entrego facilmente como a maioria faz. Amei o post retratou muito bem essa questão.

    http://petalasdelicadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiii Thais, tudo bem?
    Adorei o texto, ainda que não pense totalmente igual a você. Mas o texto está muito bem escrito, meus parabéns. Eu acho que tudo é válido, desde que te faça feliz e que não machuque o outro. Eu fiquei solteira pouquíssimo tempo, mas tive várias fases. A fase de sair com todo mundo, de não sair com ninguém, de tudo. Sempre fiz aquilo que me fazia bem.
    Mas gostei da forma que você abordou, sem estereotipar o homem ou a mulher :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir