terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Resenha literária: Zé do Caixão

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Zé do Caixão - Maldito: A Biografia.



Sinopse: A vida, a obra e as muitas mortes de José Mojica Marins, o temível Zé do Caixão. Nesta biografia, André Barcinski e Ivan Finotti desenterram a verdadeira história de um dos mais produtivos cineastas do Brasil. Reconhecido internacionalmente como um dos grandes mestres do Terror, Zé do Caixão - Coffin Joe, para os gringos - escreveu, dirigiu, produziu e atuou em mais de trinta filmes, como o clássico À Meia Noite Levarei Sua Alma. De infância humilde nos subúrbios de São Paulo, Mojica aprendeu a fazer cinema sozinho, na marra, usando os recursos disponíveis e formando seus próprios técnicos e atores. Como resultado, o mundo ganhou um artista genuinamente brasileiro, que jamais precisou copiar fórmulas estrangeiras. Publicado originalmente em 1998, Zé do Caixão - Maldito, a Biografia está sendo relançado pela DarkSide Books, numa edição à altura do genial diretor - e também padrinho da editora. Com 666 páginas (200 a mais que a antiga versão), o livro conta com muitas fotos inéditas, filmografia atualizada e acabamento luxuoso em capa dura. Um verdadeiro documento para amantes do cinema e do terror. 

Assunto: Biografia.

Editora: Darkside Books.

Páginas: 666.

Ano: 2015.

Sobre os autores: André Barcinski é jornalista, crítico, escritor e diretor de cinema e TV. Ganhou o prêmio Jabuti de melhor livro de não-ficção por Barulho – uma viagem ao underground do rock americano (1992). Produziu o programa O Estranho Mundo de Zé do Caixão, no Canal Brasil. É corroteirista da minissérie Zé do Caixão, com Matheus Natchergaele, adaptação do seu livro Zé do Caixão – Maldito, a Biografia. Ivan Finotti nasceu em São Paulo em 1970. Trabalhou nos jornais Notícias Populares, O Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e revista SuperInteressante. Na Folha de S. Paulo foi repórter cultural e editor das revistas sãopaulo e Serafina e do caderno Folhateen, no qual ganhou, em 2008, o prêmio Esso de Criação Gráfica. Em 2001, dividiu com André Barcinski premiação no Festival de Sundance pela direção do documentário Maldito, baseado neste livro. Atualmente é editor da Ilustrada.


Esse era um dos livros que eu tinha uma grande vontade de ler porque o Zé do Caixão foi uma figura que sempre viveu no nosso imaginário, mas eu nunca tinha entendido realmente de onde ele surgiu. Comprei assim que surgiu uma promoção e o livro ficou bem mais em conta.

O design desse livro é impecável, acho que é um dos mais bonitos que já comprei. A capa é meio macabra com uma foto do Zé do Caixão no que parece um porta retrato, eu acho bacana que não vem o título escrito. A diagramação é super boa e o livro possui muitas fotos e imagens. É um livro bem longo, mas achei bem gostoso de ser lido.

Esse livro é uma biografia então para ler tem que ter no mínimo um pouco de interesse na pessoa, no caso no Zé do Caixão. Eu sempre o achei uma figura icônica e por isso tinha muita curiosidade sobre dua história, então achei válida a leitura. Pra quem gosta de cinema, é um livro muito bom, porque conta um pouco sobre o cinema brasileiro (já que o Zé do Caixão fez parte desse movimento). Recomendo a leitura para quem tiver curiosidade.


Como já disse o livro possui muitas imagens e fotos do Zé do Caixão.


O bacana é que logo que você abre a capa, você tem essa visão (o mesmo na parte de trás).



O diferencial desse livro é o marcador, que a maioria dos livros da editora possuem.

Comprei esse livro na Saraiva e paguei R$ 39,13 nele.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*


5 comentários:

  1. Sua resenha ficou super completa, ainda não conhecia esse livro, só ouvi por cima um pouco da história.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Eu não comprei essa edição, mas tive o prazer de ler e folhear de uma amiga minha. Ela é ideal para conhecermos a história verdadeira dele =D
    Adorei a resenha
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir