terça-feira, 29 de setembro de 2020

Aniversário de 9 anos do blog

Olá querido(a)!


Hoje não é bem o aniversário do blog, na verdade é amanhã, mas como as postagens estão reduzidas por aqui resolvi falar sobre isso hoje. Queria que o blog estivesse a todo vapor com postagens todos os dias, mas nem tudo pode ser do jeitinho que a gente quer. São 9 anos, e muitas vezes o cansaço e a falta de inspiração batem na porta. Nesse momento, estou assim: com a vida um pouco complicada, mas sabendo que tudo vai se ajeitar.

Estou muito feliz com os 9 anos do blog, isso é bastante tempo. Acho que nunca imaginava ir tão longe com alguma coisa, mas o blog é assim. Quando fico afastada sinto falta e volto. É isso que sempre acontece, já que essa é uma parte de mim.

Espero continuar por aqui mais alguns anos e espero também grandes coisas para o ano que vem. Esse ano, espero pelo menos manter o que vem sendo feito por aqui. Poder compartilhar e trocar com você que tá aí do outro lado é incrível.

Quero desejar parabéns pra esse cantinho e ponto de encontro de gente interessada em compartilhar, trocar ou só passar o tempo. Juntos, fazemos isso tudo real! Parabéns pro blog e para a gente!

Beijoos ;*

sábado, 26 de setembro de 2020

Sessão pipoca: Ela Disse, Ele Disse

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Ela Disse, Ele Disse.


Sinopse: Ela Disse, Ele Disse acompanha Rosa e Léo, adolescentes de 14 anos que acabaram de entrar em uma nova escola, onde precisam lidar com a difícil tarefa de fazer novos amigos. Enquanto Léo logo demonstra interesse em futebol, Rosa enfrenta problemas com Júlia, a garota mais popular do colégio.

Gênero: Comédia, Romance.


Eu adoro filmes adolescentes e esse me chamou atenção porque tinha a Maísa, haha. Mais um filme baseado em um livro da Thalita Rebouças. Tava disponível no Prime Video e aí resolvi assistir.

Confesso que na minha adolescência até cheguei a ler um ou dois livros da Thalita, mas nunca fui fã. Tenho gostado da maioria dos filmes baseados nos livros, apesar de não ter a miníma vontade de ler os livros. Esse eu fiquei curiosa, porque sempre acho os filmes bem divertidos. Confesso que o filme é bacana para passar o tempo e tal, fala daquele romance de escola... mas, não me prendeu o suficiente. É legal, mas achei que a história é muito bobinha e tal. Fiquei um tantinho decepcionada porque esperava mais do filme. É fofinho, mas nada de muito novo e incrível.

É um filme que tenho certeza que as adolescentes vão curtir.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Resenha literária: Solo Raso

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Solo Raso.


Sinopse: Você já pensou que a Segunda Guerra Mundial pode ter acontecido em solo brasileiro? A história oficial foi contada faltando pedaços. Fatos atuais e antigos da história se entrelaçam nessa ficção repleta de mistérios e muita emoção. Pedro Gilga Sacks, arqueólogo, foi parar em uma ilha sem nome. Não sabia que iria encontrar aventuras e situações que o farão duvidar até mesmo de onde pisa. Pedro faz amizades com pessoas peculiares — um messias que esconde ovos; uma senhora que diz ter vivido a guerra — conhece e vivencia histórias fantásticas que farão dele uma nova pessoa ao fim de sua corrida para desvendar explosões que mutilam, mulheres que somem sem deixar rastros e uma possível reinterpretação da Bíblia Sagrada. Isso se ele sobreviver. "Deus, o vento e o mar mandam na gente". Texto fluido e direto ao ponto. A Ilha e as praias são a parte bela. A aventura e emoção fica com o resto. Descubra como ler um livro e imaginar um filme.

Assunto: Ficção.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 190.

Ano: 2019.

Sobre o autor: Sandro Muniz nasceu em São Paulo, SP, em 1981. Editor na plataforma Esboço de Literatura. Participou das coletâneas: Abismo do Mal [2019], Na Fogueira do Sítio [2019]. Solo Raso concorreu na 4ª edição do Prêmio Kindle de Literatura em 2019. Nas horas vagas, cria abelhas nativas e personagens para futuros livros.


Esse foi um livro que vi inúmeros blogs falando, então meio que já o conhecia. Porém só fui ler mesmo quando o autor entrou em contato comigo. Como eu adoro histórias novas e diferentes, já fui logo querendo ler.

A capa me agrada muito! Ela possui tons de preto, amarelo e um verde azulado (?). Acho bacanas essas ondas do desenho, acho que ela representa o mar e algumas montanhas. Gosto desse visual! A diagramação é muito boa. Demorei um tempo maior do que de costume, mas é um livro curto.

Eu confesso que apesar de já ter lido muitas resenhas sobre o livro, eu não estava colocando grandes expectativas. No início eu confesso ter ficado meio perdida, mas ao longo do livro a gente vai pegando e juntando as peças do quebra-cabeça da história. Uma coisa que eu gosto são livros que misturam ficção com realidade, com momentos históricos. Esse livro faz isso muito bem e nos faz até questionar se a Segunda Guerra não ocorreu por aqui também. Os personagens me cativaram bastante e quando vi já estava imersa na história. Fiquei curiosa para saber o que ia acontecer e devorava cada página no tempo que eu tinha para ler. Uma coisa que me agradou é que os capítulos são curtos e isso ajuda bastante. Eu não estava num momento ótimo de leitura, e acabei lendo a história meio picotada, mas posso dizer que foi uma leitura que me agradou bastante. Fiquei com vontade de ler mais coisas do autor (escreve mais Sandro!).

Esse é um livro bem bacana para quem gosta de uma ficção histórica com muita aventura e suspense. É aquele livro que você só vai parar de ler quando chegar ao fim e vai querer mais.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Inspiração: Prima-Vera

Olá querido(a)! 
Hoje é início da primavera, então nada melhor que trazer flores ao blog. Por mais que eu goste mais do outono, a primavera também é uma estação bem legal. Não vou falar muito, melhor eu mostrar imagens bonitas aqui.











Lembrando que as imagens são de bancos de imagens gratuitos e podem ser usadas em qualquer lugar e de qualquer forma. Você curte flores e a primavera?  Me conta nos comentários!

Beijoos ;*

sábado, 19 de setembro de 2020

Sessão pipoca: Pokémon - Detetive Pikachu

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Pokémon: Detetive Pikachu.


Sinopse: O desaparecimento do detetive Harry Goodman faz com que seu filho Tim parta à sua procura. Ao seu lado ele conta com Pikachu, o antigo parceiro Pokémon de seu pai, que perdeu a memória recentemente. Juntos, eles percorrem as ruas da metrópole de Ryme City, onde humanos e Pokémon vivem em harmonia... por enquanto.

Gênero: Ação, Aventura.


Já estava querendo assistir esse filme a um tempão, mas acabava optando por outros. Esses dias decidi assistir já que estava disponível no HBO GO. Queria ter assistido com a minha irmã, mas acabei assistindo sozinha mesmo.

Eu nem sei por onde começar, mas tenho que falar que quando criança eu adorava assistir Pokémon. Hoje em dia, devo confessar que, não sou uma das pessoas mais interessadas no tema, nem mesmo o joguinho Pokémon Go me empolgou, mas o filme me chamou a atenção. Vi muitas críticas negativas e entendo o porquê, a questão é que eu não sou uma pessoa tão exigente assim com filmes (claro, dependendo da temática). O filme é uma ótima pedida pra assistir com as crianças e a família. Eu achei os Pokémon tão fofinhos, dá vontade de sair abraçando todos. Adorei esse mundo em que humanos convivem com os Pokémon. A aventura também é interessante e me lembrou um pouco, de longe tá?, o filme Uma Cilada Para Roger Rabbit. Não achei que foi um filme incrível, e não esperava que fosse, mas é um filme gostoso pra passar o tempo. Pra quem gosta de Pokémon vai ficar nostálgico com certeza.

Um filme bacana para as crianças e para adultos que gostam desse tema.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Resenha: Brincos Sprice

Olá querido(a)!
Hoje vou fazer a resenha dos brincos terapêuticos Sprice.


REDUÇÃO DE ANSIEDADE E MEDIDAS!

  • Os Brincos Terapêuticos Sprice, confeccionados com pedras naturais selecionadas e ímãs, atuam no lóbulo da orelha, um dos principais pontos tratados na Acupuntura.

  • O estímulo desse ponto promove uma série de benefícios, incluindo, mas não se limitando à redução da ansiedade, estresse e por consequência, até controle do peso.

RESULTADOS IMEDIATOS

Já na primeira semana, é possível notar os benefícios dos Brincos Sprice:

  • Redução da Ansiedade: Quebra do Ciclo Ansiedade e Estresse ➥ Cortisol Alto ➥ Acúmulo de Gordura + Compulsão Alimentar ➥ Ansiedade e Estresse.

  • Redução do Apetite: Diminuição na vontade de comer doces e comidas altamente calóricas, sendo um poderoso aliado na Dieta.

  • Melhora na Qualidade do Sono: Noites mais duradouras e tranquilas, fim da insônia e consequente melhora no sistema imunológico.

"São muitos os benefícios provenientes do uso dos Brincos Terapêuticos Sprice. Dentre eles estão a diminuição do estresse, o auxílio no controle dos sintomas da ansiedade, a melhora no sono, a redução do apetite e compulsão por doces, auxiliando na manutenção de uma dieta saudável e no emagrecimento.

Os resultados podem variar de acordo com o organismo de cada pessoa e já podem ser percebidos em até 10 dias de uso consecutivos dos brincos."


Os meus brincos são do modelo Tradicional e custa R$ 67,00.

O meu felling sobre esse produto é indefinido. Eu comprei porque acreditava sim que poderia funcionar, já que minha amiga fazia acupuntura auricular e funcionava pra ela. Realmente existem pontos na orelha que se pressionados ajudam em certas coisas. Na primeira semana de uso eu não vi muita diferença e na verdade dormi bem mal nesses primeiros dias. Ahh, e existe uma regra de usar os brincos por no máximo 4 horas por dia. Teve um dia que passei do tempo sem perceber e fiquei com dor de cabeça, mas não sei se tem alguma ligação. Usei os brincos por 1 mês direto e depois acabei parando. No tempo que usei estava dormindo bem, depois da primeira semana e estava me sentindo menos ansiosa. A parte de redução do apetite não rolou comigo nesse tempo de uso. Por essas coisas que rolaram é que não falo se foi positivo ou negativo. Dos 3 resultados, 2 rolaram comigo, porém pode ter sido por mim mesma e não pelo brinco, mas acho interessante a proposta. Preciso voltar a usar novamente e analisar mais. Eu acho bem caro e já vi gente falando que já viu lugares vendendo esse brinco por menos de 10 reais. Eu comprei o meu aproveitando uma promoção de frete grátis. Juro que fiquei morrendo de medo de não chegar, mas chegou direitinho (se não me engano em duas ou três semanas). Acho que depende muito de pessoa para pessoa e se você acredita mesmo que isso funciona. Mas, gostei da experiência e quero ver se volto a usar.

Já conhecia esse produto? Me conte o que acha sobre ele nos comentários!

Beijoos ;*

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Resenha literária: Café Coado na Calcinha

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Café Coado na Calcinha.


Sinopse: Giulia Nolasco é uma promissora estudante de jornalismo, trabalha na maior rede de televisão do país, a Alfa, como a incrível e surpreendente moça do café. Mas devido a uma crise financeira e política que balançou o país, Giulia e boa parte da equipe de apoio é demitida e agora ela está aqui, espumando de raiva enquanto cumpre o glorioso “aviso prévio”. Como vingança pessoal, no último dia de trabalho ela servirá o melhor café que todos aqueles homens já beberam em toda a vida. Assim, eles ficarão aos seus pés. Para seu infeliz azar – ou incrível sorte – o belo, delicioso e galante Leonardo Fontes, o novo CEO da Alfa, bebe do seu café. E o encanto que ele já possuía pela moça se torna um fascínio avassalador. Uma comédia romântica cheia de deboches, denúncias e conspiração. Agora, mais do que nunca, uma calcinha vermelha e uma xícara de café mudarão a vida de Giulia para sempre. Ou até mesmo o destino de uma nação.

Assunto: Romance.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 494.

Ano: ?.

Sobre o autor: Yule Travalon é baiano, escreve romances contemporâneos que possuem comédia romântica, conspirações e representatividade. É formado em história, joga tarot, lê mapas astrais. Ama literatura, ocultismo, paganismo, comentários em seus livros, jogar conversa fora e jogar fora a conversa.


Peguei esse livro pra ler no Prime Reading já que é de um autor que eu gosto bastante. Quis logo ler e passei na frente de algumas leituras.

A capa tem uma pegada sexy que já entrega que o livro é um romance com cenas quentes. A diagramação é boa, apesar de eu ter encontrado uns errinhos mas nada demais. Eu demorei um tempinho para ler...

Sempre fico com a expectativa lá em cima com os livros do Yule Travalon, porém esse não é um dos meus preferidos. Esse é um livro de romance, mas que ao mesmo tempo vai para a crítica política e o exoterismo. Eu sinto que a história tinha tudo pra dar super certo, mas fui ficando confusa e até um pouco desanimada com as coisas. Eu acho um máximo essas coisas de teoria da conspiração e tudo mais, mas nesse livro achei que as coisas não se encaixaram tão bem. Os personagens do Yule sempre são muito divertidos e espirituosos, e esse é um dos pontos positivos do livro. Só achei que em muitos momentos o romance perdeu o foco por conta da crítica apolítica brasileira. A história não chega a ser ruim, mas me deu uma preguiça de ler. Mas tenho que dizer que amei as cenas mais calientes, haha.

Esse é um livro para aquelas pessoas que curtem críticas políticas, teoria da conspiração e aquele romance. É um livro que deve ser degustado aos poucos, já que muitas vezes dá um nó na nossa cabeça.

Esse livro eu peguei emprestado no Prime Reading da Amazon.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

sábado, 12 de setembro de 2020

Sessão pipoca: Bacurau

Olá querido(a)! 
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Bacurau.


Sinopse: Pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa, Domingas, Acácio, Plínio, Lunga e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

Gênero: Drama, Suspense.


Assisti esse filme porque estava todo mundo comentando, já que ele estava sendo exibido nos maiores circuitos de cinema do mundo. Resolvi assistir no Telecine porque estava na minha listinha de filmes para assistir. 

Eu vou confessar que até gostei do filme, porém fiquei um pouco confusa e ao mesmo tempo não achei isso tudo. Eu acho que isso tudo se deu por ele ter uma pegada cult, que apesar de eu gostar, é um gênero que eu demoro bastante para digerir. Eu tirei várias coisas desse filme. Por ser uma cidade pequena, Bacurau era deixada de lado por políticos que só apareciam perto das eleições querendo voto. Quando Bacurau some do mapa, a gente já começa a prever a tragédia. Quando uma cidade some do mapa, ela não existe para as pessoas de fora e isso é um grande problema. Quando começam a chegar os estrangeiros eu senti um quê de “colonização” e de domínio de terras, mas a coisa é bem pior, o que me lembrou a franquia de filmes “The Purge” (que, inclusive, adoro). E aí começa uma caça a pessoas que não faz nenhum sentido. E a gente se pergunta “O que essas pessoas fizeram para merecer morrer dessa forma?”. Outro detalhe é que esses estrangeiros que estão na cidade estão sendo acobertados por alguém, já que ninguém sabe que eles estão no Brasil e nessa cidade. No fim das contas a gente vê uma comunidade unida, que no meio de uma carnificina se une contra o inimigo comum para colocar a cidade de volta no mapa. Uma história bem interessante e atual, mas que me deixou um pouco confusa. 

Um bom filme para quem gosta de cinema brasileiro e filmes cult.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Insegurança, paranoia e surto

Olá querido(a)!
Hoje é dia de texto por aqui! E qualquer semelhança com a vida real é só mera coincidência mesmo.


O surto veio 
Apesar do dia anterior ter sido incrível

Ao longo do dia seguinte as coisas foram de felizes a tristes em pouco tempo

Pode ser apenas paranoia da minha cabeça

Mas não estou sabendo lidar

Deitei a cabeça no travesseiro e as lágrimas escorreram pelo meu rosto

O problema é que não sei porque me sinto assim tão triste

Quando deveria estar feliz

Talvez seja a insegurança batendo na porta

Mas eu não sei


Saudades do dia que a gente viveu

Saudades dos beijos que você me deu

Seria amor ou fogo no rabo?

Fogo no rabo com certeza

Não quero me apaixonar e nem você

Só estou buscando a sensação de estar viva

E com você senti isso

Só que estou em dúvida se foi recíproco


Não estava em busca do amor e você apareceu

Eu só quero me divertir

Mas você gostou de mim?

Eu não sei

Tudo em mim está confuso

E as lágrimas vem do nada

Não quero parecer boba

Nem quero sofrer atoa

Mas descobri que não sei lidar com essa situação...


Beijoos ;*

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Resenha literária: De Repente, Nós

Olá querido(a)! 
A resenha literária de hoje é sobre o livro De Repente, Nós


Sinopse: "Há erros que não podem ser desfeitos, há situações que não voltam mais e vidas que não podem ser recuperadas." Após um grave acidente de carro, que resulta na morte de um homem, o veterinário Owen Sanders é preso e responsabilizado pelo crime. Quatro anos depois, quando recebe liberdade condicional, o destino fará com que ele conheça Lucy, namorada do homem que morreu no acidente. Owen e Lucy terão que relembrar o passado e remexer em emoções há muito tempo adormecidas. Irão ensinar um ao outro sobre aceitação, perdão e principalmente amor. 

Assunto: Romance. 

Editora: Publicação Independente. 

Páginas: 372. 

Ano:


Mais um daqueles romances que pego emprestado no Prime Reading. Já tinha pego ele a alguns meses, e aí decidi que era hora de lê-lo. 

A capa é basiquinha, mas me agrada. Podemos ver nela o nosso casal principal da história com um cachorro, já que o Owen é veterinário. Eu li pelo Kindle e achei a diagramação boa. Foi um livro que li rápido, já que não é tão grande. 

As primeiras partes dos livros me deixaram extremamente triste, o que me fez torcer pra vir o romance logo. No início já damos de cara com um acidente, julgamento e prisão do Owen. depois disso é que a história começa a melhorar. Mas quando parece que tudo está bem, boom, outra bomba. Confesso que fiquei tentada a chorar em muitas partes do livro, sou chorona. Mas no geral, achei a história legal, mas não se tornou a minha preferida. Fiquei com uma sensação de que passou rápido, não sei. 

Eu indico essa história para quem gosta de um romance com uma pegada diferente e diria que até dramática. É um bom livro de respiro. 

Esse livro eu peguei emprestado no Prime Reading da Amazon

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

sábado, 5 de setembro de 2020

Sessão pipoca: Parasita

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Parasita.


Sinopse: Em Parasita, toda a família de Ki-taek está desempregada, vivendo num porão sujo e apertado. Uma obra do acaso faz com que o filho adolescente da família comece a dar aulas de inglês à garota de uma família rica. Fascinados com a vida luxuosa destas pessoas, pai, mãe, filho e filha bolam um plano para se infiltrarem também na família burguesa, um a um. No entanto, os segredos e mentiras necessários à ascensão social custarão caro a todos. 

Gênero: Suspense.


Eu confesso que eu gostei bastante do filme e até me lembrou um pouco Que horas ela volta? (que agora eu descobri que não falei dele por aqui). Conta a história de duas famílias que são extremos totais: uma família bastante pobre em que todos estão desempregados e uma família rica. Um ponto interessante é que as famílias tem a mesma quantidade de membros, o que faz a gente conseguir ver realmente as diferenças entre eles. Por um acaso do destino essas famílias se cruzam, e quando a gente vê o pessoal que estava desempregado está todo trabalhando para a família rica. Ao longo do filme a gente começa a ver diferenças gritantes entre os dois mundos, sem contar que cada um deles vivem com seus segredos obscuros e também vemos o preconceito que os ricos tem para com seus empregados, como se eles não valessem nada e fossem substituíveis o tempo inteiro. Um bom filme, apesar de a maior parte do filme parecer uma história bem comum. Achei ótimo para refletir sobre como é a relação entre ricos e pobres.

Indicado pra galerinha que curte filme cult. Porque é basicamente isso. Um filme bem sociológico.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Minhas leituras de agosto de 2020

Olá querido(a)! 
Hoje vim compartilhar minhas leituras do mês com você. Se você não viu minhas de julho, você está esperando o que? Esse mês foi um mês desastroso. Já estava na casa nova (para quem não sabe me mudei temporariamente) e estou ainda, fiquei muito ansiosa com muitas coisas, minha rotina acabou mudando e tem muita coisa acontecendo. Por esses motivos, meu nível de leitura chegou quase a zero. A partir de agora nem quero prometer muita coisa sobre leituras, porque tá bem difícil.

1- De Repente, Nós


O que achou da minha leitura de Agosto? Me conta também quais foram suas leituras do mês passado!

Beijoos ;*

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

Resenha literária: Minha Sombria Vanessa

Olá querido(a)! 
A resenha literária de hoje é sobre o livro Minha Sombria Vanessa.


Sinopse: Elogiado por Gillian Flynn e considerado um dos grandes livros de 2020, o romance de estreia de Russell explora as dinâmicas psicológicas de um relacionamento entre uma adolescente e seu professor. Em 2000, Vanessa Wye é uma estudante solitária de ensino médio. Talentosa e com o sonho de ser escritora, Vanessa diz não se importar de ficar sozinha, principalmente quando seu professor de inglês, Jacob Strane, um homem de 42 anos, começa a prestar atenção nela, elogiando seu cabelo, suas roupas e lhe emprestando alguns de seus livros favoritos — como Lolita, de Nabokov. Antes que Vanessa perceba, os dois embarcam em uma relação e a jovem acredita que o professor a ama e a considera especial. Mais de uma década depois, uma ex-aluna acusa Strane de abuso sexual, e Vanessa começa a questionar se o que viveu foi realmente uma história de amor ou se não teria sido ela também uma vítima de estupro. Mesmo depois de tantos anos, Strane ainda é uma presença constante em sua vida. Como ela seria capaz de rejeitar o que considera seu primeiro amor? Alternando entre presente e passado, o livro justapõe memória e trauma ao entusiasmo de uma adolescente descobrindo o poder do próprio corpo. Instigante e impossível de largar, o livro retrata com maestria a adolescência conturbada e suas consequências, para refletir acerca de liberdade, consentimento e abuso. Escrito com intimidade e intensidade assustadoras, Minha sombria Vanessa capta brilhantemente os costumes culturais em transformação que guiam nossos relacionamentos e a própria sociedade. 

Assunto: Ficção, Ficção Psicológica. 

Editora: Intrínseca. 
 
Páginas: 411. 

Ano: 2020. 

Sobre a autora: Kate Elizabeth Russell nasceu e cresceu no Maine, Estados Unidos. Tem um doutorado em escrita criativa pela Universidade do Kansas e um mestrado em belas-artes pela Indiana University. 


Esse livro antes mesmo de ter sido lançado, já chamava a minha atenção. Ocorreu todo um burburinho perto do lançamento e eu achei a temática bem interessante. 
 
A capa me agrada bastante, ainda mais por ter essa tonalidade em cinzas. Eu acho que essa capa dá um efeito de algo sombrio, triste… que na minha opinião combina com o que o livro retrata. Imagino que essa menina é a Vanessa. Ainda temos a borboleta que na minha opinião pode ser que represente as transformações e as fases da Vanessa. Eu li pelo Kindle, então não irei falar sobre a diagramação. Foi um livro que demorei um pouco para ler e que confesso ter me causado noites mal dormidas. 

Vamos a história! Esse livro é uma ficção, apesar de às vezes parecer um relato real. Lembrando que esse livro NÃO é um romance! É uma história triste de uma garota que se apaixona pelo professor e ele se aproveita disso para abusar dela. Confesso que essa história me deixou bem mal, porque eu consegui me conectar com a Vanessa. A Vanessa acha que é diferente e especial e que por isso a vida dela seguiu desse jeito, mas eu acho que ela deu foi azar. É interessante ver que a história intercala o presente e o passado da Vanessa, e me parece que a todo tempo ela tenta pegar a culpa para si mesma e não consegue perceber que sofreu abusos. Uma outra coisa que notei é que a vida dela inteira se moldou em cima desse acontecimento, e uma menina que poderia ser brilhante viveu refém de seus fantasmas do passado. Foi um livro que eu gostei bastante de ler, mas que ao mesmo tempo me deixou triste. Um assunto que a gente tinha que discutir mais. Eu penso muito sobre esse assunto de pessoas mais velhas namorarem menores de idade, sem contar as discussões que eu e minhas amigas temos. É louco pensar que na cabeça de uma adolescente isso é legal, mas depois que você cresce é que você vê o quão errado é esse tipo de relação. É um livro forte e chocante, mas que traz bastante reflexões. 

Eu indico essa história para pessoas de estômago forte, porque em muitos momentos fiquei com nojo. Pra quem gosta de um livro que faça refletir sobre um tema tão atual, mesmo numa ficção, indico. 

Eu baixei na internet, mas como é lançamento acho que você pode encontrar em qualquer livraria. 

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Ninacloak: beautiful blouses for you

Hello dear!
Today I will share with you a little about the Ninacloak store. 

Olá querido(a)!
Hoje vou compartilhar com você um pouco sobre a loja Ninacloak.


Ninacloak is a global online store thatdelivers latest fashion apparel for you! They have dresses, tops, bottoms and swimwear for girls and ladies. Thousands of products in different styles are waiting for you! They value all their customers. Their professional customer service team is always ready to help you. Your satisfaction is their top priority! Moreover, you can easily get your order anywhere in the world thanks to their worldwide shipping service!

A Ninacloak é uma loja online global que oferece roupas de moda mais recentes para você! Eles têm vestidos, blusas, calças e roupas de banho para meninas e senhoras. Milhares de produtos em estilos diferentes estão esperando por você! Eles valorizam todos os seus clientes. Sua equipe de atendimento ao cliente profissional está sempre pronta para ajudá-lo. Sua satisfação é sua principal prioridade! Além disso, você pode facilmente fazer seus pedidos em qualquer lugar do mundo graças ao seu serviço de remessas em todo o mundo!


Let's talk about these beautiful tops online! My choices are great for putting together beautiful and warm looks. The first is beautiful knitting! I think it matches any look, almost a wildcard. It also seems to be very warm. The second is a very interesting shirt and I would even say sexy. It has a modeling adjusted to the body, and the buttons help to adjust the neckline to your taste. I can already imagine this blouse with jeans and a pumps.

Vamos falar desses tops online lindos! Minhas escolhas são ótimas para montar looks bonitos e quentinhos. O primeiro é um tricô lindo! Acho que ele combina com qualquer look, quase uma peça coringa. Também parece ser bem quentinho. O segundo é uma blusa bem interessante e diria até sexy. Ela possui uma modelagem ajustada ao corpo, e os botões ajudam a ajustar o decote ao seu gosto. Já imagino essa blusa com um jeans e um scarpin.


I love looks with a retro face, so I chose two vintage blouses to show you. The first has a super cute print of a pin-up kitten. I can already imagine a look with a pair of jeans, a scarpin and a scarf on the head just like the kitten. My other choice was more basic, but no less fun. Also a kitten, but I imagine her with several combinations. The one I like the most is with shorts and sneakers, very basic and comfortable.

To see more models of clothes visit Ninacloak.

What did you think of this store? Leave your comment!

Kisses ;*

Eu adoro looks com cara retrô, por isso escolhi duas blusas vintage para mostrar pra você. A primeira tem uma estampa super fofa de uma gatinha pin-up. Já imagino um look com uma calça jeans coladinha, um scarpin e um lenço na cabeça igual a da gatinha. A minha outra escolha foi mais básica, mas não menos divertida. Também de gatinho, porém imagino ela com várias combinações. A que eu mais gosto é com um short e tênis, bem básico e confortável.

Para ver mais modelos de roupas acesse Ninacloak.

O que você achou dessa loja? Deixe seu comentário!

Beijoos ;*

*This post is a publipost of Ninacloak. | 
Essa postagem é um publipost da Ninacloak
 
.

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Resenha literária: O último chefão

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro O último chefão.



Sinopse: Vinte e oito anos após lançar seu livro mais conhecido, O poderoso chefão, Mario Puzo volta a embrenhar-se nos bastidores da máfia americana. Em O último chefão, porém, mistura ao crime organizado dois outros universos que conhece muito bem: os bastidores de Hollywood e de Las Vegas, cidades que descobriu nas últimas três décadas. “Trabalhei muito em Hollywood e perdi grande parte do dinheiro que ganhei lá em Las Vegas”, explica, bem-humorado, o autor dos três roteiros de O poderoso chefão, de Superman I e II e Terremoto.Este livro conta a saga da última grande família criminosa dos Estados Unidos. Seu patriarca, Domenico Clericuzio, é um velho feroz, determinado a assegurar o futuro de seus netos numa era de apostas legalizadas, investimentos em cinema e a constante ameaça dos informantes do governo. Ele decide criar uma nova vida para seus herdeiros nas capitais do jogo e do cinema, onde fortunas legítimas são feitas rapidamente. Mas há sementes de maldade na história dos Clericuzio, plantadas pelo próprio chefão, que colocam Cross de Lena, filho do maior assassino da família, contra Dante, neto do patriarca.Puzo cria um retrato impressionante de Hollywood (“Onde estão os verdadeiros vilões”, diz) e Las Vegas, com personagens nobres e monstruosos, para contar a história de uma família dividida. O romance traz o melhor de Puzo: uma mistura de pitadas de humor negro, sabedoria e suspense épico. O último chefão é o livro mais ambicioso do autor, resultado de cinco anos de trabalho e uma vida dedicada à pesquisa sobre as grandes quadrilhas americanas, Las Vegas e Hollywood.

Assunto: Ficção.

Editora: Record.

Páginas: 542.

Ano: 2014.

Sobre o autor: Mario Gianluigi Puzo foi um escritor norte-americano conhecido pelo seus livros de ficção sobre a máfia. Também escreveu na antiga revista True Action e assinou alguns livros com o pseudônimo de Mario Cleri.


Eu queria muito ler os livros do Mario Puzo, principalmente O Poderoso Chefão mas é bem difícil de achar. Achei esse na Bienal do livro de 2017 e acabei comprando porque estava barato. Fui ler só a pouco tempo atrás.

A capa é simples e padrão dos livros do autor. Ela é vermelha com o título em preto. A diagramação é boa, mas poderia se melhor. A leitura foi bem demorada, já que é um livro longo.

Confesso que no início eu tinha certeza que a leitura ia ser maçante, mas acabei gostando muito mais da história do que imaginava. Fui me envolvendo aos poucos com os personagens e ficando viciada na leitura. A história fala da última família da máfia e as coisas que se desenrolam com eles até as coisas se desfazerem. Contém muitos personagens e eu achei que isso me deixaria confusa, mas não deixou. A única coisa que me incomodou é que os capítulos eram gigantes e isso atrapalhou minha leitura (tinha uns com 60 páginas). Fora isso, foi uma leitura maravilhosa.

Eu acredito que esse é o tipo de livro que pode agradar a vários públicos, já que tem romance, ação e aventura na história. Acho que todo mundo deveria ler. Fiquei até curiosa para ler outros livros do autor.

Esse livro eu comprei na Bienal do Livro de 2017 e paguei R$ 10,00 nele.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*