sábado, 16 de maio de 2020

Eu preciso de um tempo

Olá querido(a)!
Hoje eu estou aqui simplesmente para falar que preciso de um tempo e que vou me dar esse tempo.


Estamos passando por momentos difíceis e isso tem afetado todo mundo de alguma forma. Os hábitos estão mudando, a situação atual tem mudado a sociedade. Não acho que seja um fim de tudo, mas talvez seja um puxão de orelha na raça humana: a gente precisa cuidar do planeta, da natureza e das pessoas. A vida não é mais mesa e nem vai ser.

Hoje só estou aqui para dizer para vocês que preciso de tempo e espaço. Minha ideia é um afastamento total: pretendo ficar longe aqui do blog e das redes sociais, ficar off pra ver se organizo meus pensamentos (afinal, são muitos ruídos; muita informação).

A partir de hoje irei tirar meu tempo e só retornarei no dia 1 de Junho. Decidi excluir os aplicativos das redes sociais do celular e só vou ficar com o Whatsapp, que é o aplicativo que uso para me comunicar com as pessoas próximas. Acho que necessito desse detox e já estava querendo fazer isso a muito tempo (na verdade, a ideia era bem mais radical).

Espero que me entendam. Nesse período quero só ler, assistir minhas coisinhas, pintar e jogar. Não vou ter o compromisso de estar por aqui e produzindo conteúdos. Também é bom pensar em não estar presa olhando as redes sociais o tempo inteiro.

Isso não é um adeus, é um até logo!

Beijoos ;*

sexta-feira, 15 de maio de 2020

Resenha literária: Cansei de ser bonita

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Cansei de ser bonita.


Sinopse: “Cansada de ser bonita após sofrer o segundo assédio sexual de um chefe, Lia decide criar uma fantasia. De peruca, óculos e roupas “engordantes” ela fica irreconhecível.Aproveitando o disfarce, ela aproveita para brincar com o seu novo colega de trabalho que é tão lindo quanto o Adonis. Enquanto isso, segue se encontrando com o sexy Nicolas do bar. Entre tantas confusões, ela ainda se apaixona pela primeira vez. Só demora para saber por quem.”

Assunto: Comédia Romântica, Romance.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 463.

Ano: ?


Mais um livro de romance por aqui, kkk. Acho que você não aquenta mais. Esse é mais um daqueles que descobri por acaso, por aí.

A capa é uma gracinha, mas não acho que fica óbvio que é um romance. Na verdade parece ser um livro bem "mulherzinha", até um pouco adolescente. A diagramação é boa, porém ao longo do livro encontrei alguns erros que podem atrapalhar a leitura. A leitura foi rápida, apesar de ser um livro grande.

Eu achei de cara essa história meio louca, já que a protagonista, Lia, decide "ficar feia" para não sofrer mais assédio. Além disso, ela também vive um triângulo amoroso e a gente fica doido pra descobrir com quem ela vai ficar. Falando mais da Lia, ela é uma mulher livre e que não pensa em romance, na verdade ela não pretende se apaixonar, namorar ou casar. Ela aproveita a vida da melhor forma possível, um pouco infantil as vezes, mas a gente vai se acostumando ao jeito dela. Eu adorei todos os personagens, já que os amigos dela também são bem interessantes. A história é bem divertida e a gente não consegue parar de ler. Eu adorei! Achei leve e engraçada, mas o livro é um pouco extenso.

Um livro para quem está procurando algo divertido, porém não espere um grande romance. Posso até dizer que é um clichê.

Esse livro eu peguei emprestado no Prime Reading na Amazon.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

quinta-feira, 14 de maio de 2020

Resenha: Perfume Essencial Oud da Natura

Olá querido(a)!
Hoje vou fazer a resenha do perfume Essencial Oud feminino da Natura.



Descrição
A preciosidade do Oud, madeira mais nobre do mundo com a sensualidade da Copaíba, madeira da biodiversidade brasileira, realçadas pela feminilidade de intensas facetas florais transforma Essencial Oud feminino em uma fragrância amadeirada poderosa para a mulher. Essencial Oud é pra quem quer deixar sua marca com sofisticação e elegância.

Caminho Olfativo
Amadeirado

Intensidade
Intensa, para ser sentida e impressionar todos a sua volta. Uma fragrância que te acompanha em momentos especiais e únicos.

Principais Ingredientes
Oud, Copaíba, Rosa, Jasmim, Cashmeran, Pimenta Preta

Modo de uso
Todo mundo tem um jeito único de se perfumar. Mas para aproveitar todo o potencial da fragrância, nossa dica é que a aplique em áreas como o punho, pescoço e atrás das orelhas.


A embalagem contém 100 ml e custa entre R$ 109,00 a R$ 196,00 (depende se estiver em promoção ou não).

O meu felling sobre esse produto é positivo. Ele tem o cheiro bem diferente de todos os perfumes que estou acostumada a usar, já que escolho sempre perfumes mais florais e doces. No caso, esse tem um fragrância forte e marcante em tons amadeirados. Eu ligo esse tipo de perfume a pessoas fortes e decididas, por isso acho que não tem tanto a ver comigo, mas eu gostei. Achei que tem um cheiro bem chique! Fazia bastante tempo que eu não usava nada da marca e me surpreendeu. A fixação dele é ótima e vi muita gente comentando que beira os padrões internacionais. O preço não é tão barato, mas acho que vale a pena pela qualidade.

Já usou esse perfume? Me conte nos comentários!

Beijoos ;*

 

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Resenha literária: Quando o Amor Acontece

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Quando o Amor Acontece.


Sinopse: Júlia Mason, planejou sua gravidez nos mínimos detalhes. Pai anônimo. Inseminação artificial e tudo seria perfeito. Ser mãe solteira não era problema, aliás, essa era a melhor parte. Mas nem tudo sai como ela esperava. Um erro na clínica de reprodução e tudo se complica. Agora Júlia terá de dividir seu filho com um estranho.Ele não tinha direito sobre o bebê em seu ventre! Não mesmo. Jason Lewis, não quer filho de jeito nenhum, mas agora ele vai ser pai. E ele não quer esse filho. Acostumado a ter tudo do seu jeito, ele se aproxima de Júlia e tenta fazê-la mudar de ideia sobre ter o bebê. Contudo, a proximidade com a mulher forte e decidida, faz com que ele queira fazer parte da vida do bebê. A guerra entre os dois só está começando, ou o amor pode deixar tudo ainda mais complicado?

Assunto: Comédia Romântica, Romance.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 322.

Ano: ?


Mais um dos livros de romance que pego aleatoriamente por aí, haha. E esse me chamou bastante a atenção e me lembrou até uma série que eu gosto.

A capa já entrega que estamos diante de um romance. Temos um casal apaixonado quase se beijando e temos uma imagem de três pés, o casal com uma criança. Não é uma capa elaborada, mas eu gosto. Pra mim casa super bem com a história. A diagramação é boa. A leitura foi rápida.

A gente se vê diante de Júlia, uma mulher independente e que deseja ter um filho por meio de produção individual, inseminação. Do outro lado temos Jason, um cara marcado pela vida e que decide que não quer ter filhos nunca. Como ainda tem dúvidas sobre isso, decide guardar seus sêmens numa clínica especializada antes de fazer uma vasectomia. Tudo se complica quando Júlia é inseminada com o sêmen dele e as coisas vão ficando complicadas. Jason percebe que pode sim querer um filho e que talvez esteja começando a se apaixonar. Uma história bem divertida e com muitas reviravoltas. Um casal que a gente torce pra dar certo, mas que ao mesmo tempo que socar cada um. Eu adorei ler essa história! Gosto muito quando as histórias de romance tem crianças, bebês ou gravidez, haha.

Eu indico esse livro pra quem está querendo ler um romance divertido e até um pouco diferente.

Esse livro eu peguei emprestado no Prime Reading na Amazon.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

terça-feira, 12 de maio de 2020

Inspiração: Cores

Olá querido(a)!
Hoje a inspiração são as cores. Eu não sei porque mas imagens coloridas me fascinam. Provavelmente deve ser porque adoro pintar meus livros de colorir e usar muitas cores. Tenho vários materiais de colorir, mas sou meio ruim de experimentar coisas novas. O que eu gosto mesmo é de ter muitas cores a disposição para fazer combinações lindas. Vamos as inspirações bem coloridas de hoje!











Lembrando que as imagens são de bancos de imagens gratuitos e podem ser usadas em qualquer lugar e de qualquer forma. Você curte as cores? Qual sua cor preferida?  Me conta nos comentários!

Beijoos ;*

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Resenha literária: O Contrato

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro O Contrato.


Sinopse: Richard Van Ryan é um playboy e executivo tirano que trabalha para uma empresa que visa apenas lucros. Após ser passado para trás por um colega de trabalho, acabou não conseguindo fazer parte da sociedade que tanto queria. Assim, com um plano de se vingar do chefe, decide trabalhar para uma empresa concorrente. No entanto, para isso, ele precisa mostrar ao dono que mudou sua vida pessoal da água para o vinho. Katharine Elliott trabalha com Richard como sua assistente pessoal. Ela o despreza, pois sua ética é questionável, mas resiste a tudo, porque precisa do trabalho. Seus motivos são muito mais importantes do que o abuso diário que precisa tolerar de seu tirano e desagradável chefe. Mas Richard precisa mostrar que mudou de vida e, para isso, decide contratar Katharine, que ele sempre desprezou, para ser sua noiva de fachada. O que acontece quando duas pessoas que se odeiam têm de viver juntas e agir como se estivessem loucamente apaixonadas? Faíscas. Isso é o que acontece. Eles vão sobreviver ao contrato?

Assunto: Romance.

Editora: Pandorga.

Páginas: 360.

Ano: 2018.

Sobre a autora: Melanie Moreland vive uma vida feliz e contente em uma área tranquila de Ontário com seu amado marido de 27 anos e seu gato resgatado Amber. Nada significa mais para ela do que seus amigos e família, e ela aprecia cada momento gasto com eles. Melanie se deleita em uma boa história de romance com alguns solavancos ao longo do caminho, mas é uma verdadeira crente em finais felizes. Quando sua cabeça não está enterrada em um livro, ela está debruçada sobre um teclado, furiosamente digitando enquanto seus personagens lhe ditam suas histórias criativas, muitas vezes com uma grande taça de vinho como companhia.


Mais um livro de romance que peguei emprestado no Prime Reading. Eu sempre estou andando pela lojinha da Amazon atrás de coisas novas para ler.

A capa já mostra, claramente, que é um livro de romance. Nela temos um casal quase se beijando e alianças. Essas alianças tem a ver com o tal contrato. Achei bem bonita! A diagramação é muito boa. A leitura foi rápida, apesar do livro ser um pouco longo.

Não sei nem como começar, mas já posso adiantar que era o tipo de romance que eu gosto e estava procurando. É difícil uma história me conquistar totalmente, já que eu sempre acho defeitos, mas essa eu amei. É um clichê bem construído, já que temos o cara rico em um cargo superior e uma mulher mais simples em um cargo inferior. Richard é um cara com um emprego bom, mas que pira quando seu chefe não lhe propões sociedade, por isso decide que deveria mudar de empresa. A empresa que ele almeja é muito familiar e seu estilo de vida playboy não se encaixaria lá, por isso ele cria um plano mirabolante: fingir que mudou e que está prestes a casar. Mas com quem casaria? A pessoa mais convincente seria sua assistente. Com isso a história vai se desenrolando. Em muitas partes eu comecei a chorar porque os dois personagens tem seus problemas e um passado complicado. Foi lindo a evolução da farsa até chegar ao romance. Ahh, e a história é narrada em sua maior parte pelo Richard, o que me agrada bastante. Algumas partes a Kath narra, mas muito poucas mesmo.Gostei muito!

Recomendo esse livro pra quem está procurando um livro de romance BOM mesmo. Pra quem gosta desse gênero, vai amar.

O livro eu peguei emprestado no Prime Reading.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

sábado, 9 de maio de 2020

Inspiração: Mães

Olá querido(a)!
Amanhã é dia das mães e eu não poderia deixar passar em branco. Minha mãe é uma das pessoas mais importantes na minha vida, apesar da gente brigar de vez em quando. Acho que não posso generalizar nada, porque a gente nunca sabe a vida do outro, só espere que sua mãe seja boa com você para comemorar esse dia ao lado dela. Se você já for mãe, que aproveite com seus filhos. Vamos as imagens gracinhas?










Lembrando que as imagens são de bancos de imagens gratuitos e podem ser usadas em qualquer lugar e de qualquer forma. Quais são os seus planos para o dia das mães? Tem vontade de ter?  Me conta nos comentários!

Beijoos ;*

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Resenha literária: Morte invisível

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Morte invisível.



Sinopse: Em meio às ruínas de um hospital militar soviético no norte da Hungria, Pitkin e Tamás procuram antigos suprimentos e armas que possam vender no mercado negro, até que acabam encontrando algo mais valioso do que poderiam imaginar. Ali está a esperança dos meninos ciganos de deixar a pobreza, de quitar as dívidas da família, quem sabe de se livrar um pouco do preconceito que sofre o seu povo. Porém, suas boas intenções podem provocar a morte de um número alarmante de pessoas. Na Dinamarca, a enfermeira Nina Borg também se preocupa com o bem-estar dos desfavorecidos, e por isso colocará sua vida em risco mais uma vez. Chamada às pressas para cuidar de um grupo de ciganos húngaros, ela descobre uma doença misteriosa que se espalha de forma implacável. Ao investigar o caso, percebe que há algo de podre em toda aquela história, um segredo perigoso, guardado a sete chaves pelos imigrantes, que pode envolver terrorismo e fanatismo. Nesta continuação de O menino da mala, Nina acabará colocando sua família na mira de criminosos e se verá diante de uma crise sem precedentes que mobilizará o país. “Kaaberbøl e Friis retornam com uma continuação irresistível de O menino da mala. Trazendo uma trama intricada, personagens atraentes e um desfecho tenso, este ousado thriller estabelece as autoras no panteão dos romances policiais escandinavos.” – Library Journal “Morte invisível é impactante. Uma história que acelera em direção a um final épico, que deixa o leitor ao mesmo tempo chocado e maravilhado. Um livro imperdível.” – Book Reporter **** “Morte invisível é mais uma exposição perturbadora das injustiças sociais no mundo.” – New York Times Book Review “Kaaberbøl e Friis criaram não só um dos melhores romances policiais dos últimos tempos como um dos mais incomuns, tanto em relação aos personagens e às tramas quanto à forma como os crimes se integram na narrativa.” – International Noir Fiction Nina Borg vive um dilema eterno. Mãe de uma adolescente e de uma criança pequena, ela pena para dar atenção à família e se distanciar dos imigrantes ilegais assistidos pela organização clandestina da Rede. Durante as ausências do marido por conta do trabalho como geólogo, ela promete se dedicar aos filhos e esquecer o serviço por um tempo. Porém, seu amigo na Rede, Peter, adoece e lhe faz um pedido urgente: cuidar de um menino húngaro que contraiu uma enfermidade grave e está escondido em uma oficina mecânica. Ao chegar lá, Nina é proibida de ver o garoto, sendo praticamente expulsa por outros ciganos arredios. A enfermeira entende o habitual medo dos imigrantes em lidar com estranhos, pois eles sofrem um preconceito muito grande ali na Dinamarca. A desconfiança dos nórdicos é ainda maior às vésperas da Conferência de Copenhague, que reunirá estadistas do mundo inteiro e é um potencial foco de atos terroristas. Alheia ao perigo, Nina persiste em tratar a doença de algumas crianças ciganas da oficina e, aos poucos, vai descobrindo as ramificações obscuras daqueles casos. Em seu caminho, estão personagens inusitados como um agente solitário do serviço secreto, um jovem aspirante a advogado que vê‚ seus sonhos destroçados, um frio e ambicioso pai de família e um finlandês que adora torturar suas vítimas. Mesclando uma narrativa empolgante e uma crítica contundente às injustiças sociais, Morte invisível faz o leitor refletir sobre os desafios atuais de países divididos pelo racismo e o nacionalismo.

Assunto: Mistério, Suspense.

Editora: Arqueiro.

Páginas: 320.

Ano: 2015.

Sobre as autoras: Agnete Friis é jornalista e escritora infantojuvenil. Lene Kaaberbøl já publicou mais de trinta títulos e vendeu mais de dois milhões de livros como autora de fantasia, ganhando prêmios nacionais e internacionais.


Esse é o segundo livro de uma série de livros de mistério e suspense. Já falei sobre o primeiro, O menino da mala, na segunda-feira. Comprei esse livro numa black friday e estava enrolando para ler.

capa do foi o que me chamou a atenção quando eu comprei, além do nome e do preço. A capa tem uma pegada que lembra um pouco a área hospitalar. Os elementos da capa tem a ver com a história, e eu gosto disso nos livros. A diagramação é boa e o livro possui capítulos mais curtinhos. A leitura foi um pouco demorada e em breve você vai entender o porquê.

Já falei que esse é o segundo livro da série de livros, mas não existem as continuações deles aqui no Brasil (pelo menos não encontrei nada). Uma coisa que preciso ressaltar é que é possível ler esse livro sem ter lido o anterior, não achei que existe uma continuidade importante entre os dois que atrapalhe a leitura. Achei esse livro bem confuso também, pelo menos no início. A parte boa é que alguns personagens apareciam no livro anterior gerando uma lembrança em nós. Já posso dizer que apesar de confuso como o anterior, a história desse me chamou muito mais atenção. Demorei um pouco para ler e minha leitura foi bastante espaçada, mas pelo meio do livro a história começou a ficar realmente interessante. A trama perpassa por mercado negro, contaminação por radiação e terrorismo. Como o outro livro, achei as motivações dos personagens fracas, mas nesse tudo fez muito mais sentido. Também tem uns personagens meio desnecessários, que eu acho que pode ser que sejam mais importantes em livros posteriores. Acho que o que me interessou mais foi o assunto da radiação, em que é citado até aquele caso que aconteceu no Brasil com a contaminação pelo césio na cidade de Goiânia. Esse foi muito mais interessante e muito mais próximo de acontecer. E eu achei o título ótimo, ornou totalmente com a história contada no livro.

É um livro que eu indico a leitura, é uma história bem interessante. Uma pena as autoras terem a escrita um pouco confusa, mas tudo dá certo ao longo do livro.

Esse livro eu comprei em uma black friday nas Lojas Americanas e paguei R$ 5,00 nele.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

quinta-feira, 7 de maio de 2020

Resenha: Lip Tint Batom Líquido Duo

Olá querido(a)!
Hoje vou fazer a resenha do Lip Tint batom líquido duo da Eudora.




Eudora Lip Tint batom líquido duo possui uma fórmula revolucionária capaz de fixar cor nos lábios, não borra e não transfere independente de sua rotina. O Lip Tint te possibilita passar quantas camadas desejar para atingir a cobertura ideal para os lábios e não precisar reaplicar a cor ao longo do dia. Obs: Para uma fixação ainda maior, reaplicar o gloss fixador ao longo do dia.

MODO DE USO: Agite bem antes de usar.
Passo 1- Aplique 1 camada de batom, espere secar por 10 segundos e sem friccionar os lábios, aplique a segunda camada da mesma forma, pode reaplicar até chegar a cobertura ideal para você.
Passo 2- Aplique o gloss fixador para fixar a cor e reaplique durante o dia para aumentar a durabilidade. Para retirar o produto, usar o demaquilante bifásico combinado com água morna.

Orientações ao consumidor: Esse produto pode provocar leve sensações de desconforto devido à composição do produto. Descontinue o uso em caso de sensibilização. Mantenha o produto bem fechado e longe do calor e luz excessiva. Mantenha fora do alcance de crianças.



O meu lip tint é na cor Rose Expert. A embalagem contém 8 ml no total e custa R$ 39,99.

O meu felling sobre esse produto é positivo. Não sabia da existência desse batom até eu ganhar ele de presente de Natal. Adorei a cor, já que é algo mais discreto. Achei ele bem diferente, já que tem o batom e o gloss em um produto só. Pelo que eu entendi, é um batom feito para durar bastante e não transferir. Quando usei a parte do batom, confesso que senti um frescor nos lábios (tive a sensação que o produto tem álcool nos ingredientes) que eu acho que teve a ver com o tempo que ele levou para secar, foi bem rápido. Depois de acertar tudinho, passei o gloss. Ele fica bem melecado, mas acho que ele é importante para a fixação do batom. Depois de um tempinho tirei o excesso de gloss. Fiquei por 4 horas testando e ficou praticamente intacto (e olha que comi e bebi e não transferiu nem um pouco). Percebi que ele craquelou um pouco e ficou bem seco, mas imagino que seja assim mesmo. No fim das contas eu curti bastante. Sem contar que nem parece que você está usando batom. Fiquei com vontade de testar mais cores dele.


Já conhecia esse produto? Me conte o que acha sobre ele nos comentários!

Beijoos ;*

quarta-feira, 6 de maio de 2020

Resenha literária: O menino da mala

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro O menino da mala.


Sinopse: “Os fãs de Stieg Larsson irão adorar O menino da mala. Nina Borg é uma versão ainda mais atraente de Lisbeth Salander e agradará especialmente ao público feminino.” - Publishers Weekly “Fãs de romances policiais, comemorem: há algo de podre no reino da Dinamarca. Mas não tenham medo, pois a enfermeira Nina Borg está no caso, em uma trama alucinante.” - New York Post “Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo. Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo. Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado. Neste primeiro livro da série da enfermeira Nina Borg, vendido para 27 países, as autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis apresentam uma heroína que luta contra seus demônios e busca fazer justiça em meio à crueldade e à indiferença do mundo. **** “Comovente e dilacerante, um exemplo perfeito da nova literatura policial escandinava.” - The Washington Post “Um livro arrepiante e tenso que mostra até onde se pode ir por dinheiro e em nome da família.” - USA Today “Uma história sobre crimes cometidos contra mulheres e crianças, contada do ponto de vista feminino e com personagens bastante verossímeis.” - The New York Times Book Review (Destaque de Literatura Policial de 2011) Nina Borg é uma enfermeira da Cruz Vermelha que, em segredo, cuida de imigrantes ilegais. Obcecada pelo trabalho, já percorreu diversos países para ajudar os mais necessitados e presenciou horrores inimagináveis. Quando sua amiga Karin lhe pede um favor simples, ela aceita na mesma hora e recebe a chave de um guarda-volumes que abrirá a porta para um mundo cruel em que um frágil menino de 3 anos é preso em uma mala e deixado dentro de um armário. O exagerado senso de dever da enfermeira a força a levar o garoto sem pedir ajuda à polícia e resolver tudo por conta própria. Ela sabe que esse sentimento de obrigação já vem arruinando seu casamento e afastando-a do convívio familiar, mas acaba, mais uma vez, inventando uma história para o marido e sumindo sem dar notícias. Vagando pelas ruas de Copenhague, seu caminho se cruza com os dramas de uma mãe solitária e desesperada, um dinamarquês rico que zela pela família e um lituano que só deseja casar e ter uma vida feliz. O que mais importa para Nina é entender o que está acontecendo e salvar a criança, mesmo que, para isso, seja necessário arriscar a própria vida.

Assunto: Mistério, Suspense.

Editora: Arqueiro.

Páginas: 256.

Ano: 2013.

Sobre as autoras: Agnete Friis é jornalista e escritora infantojuvenil. Lene Kaaberbøl já publicou mais de trinta títulos e vendeu mais de dois milhões de livros como autora de fantasia, ganhando prêmios nacionais e internacionais.


Esse livro não achei por acaso, na verdade tinha o segundo livro que adquiri em uma black friday. Decidi que leria esse para depois ler o outro que já tinha.

A capa do livro chama bastante atenção, nela podemos ver uma mala vermelha. Gosto dela e acho que tem a ver com a história. Não tenho muito a falar dela, só que me chamaria a atenção e que eu gostei. Não vou falar sobre a diagramação, porque li pelo Kindle. A leitura foi um pouco demorada e em breve você vai entender o porquê.

Tenho que começar falando que já tinha tentado ler esse livro anos atrás e não consegui, achei super confuso. Continuo batendo na tecla que a escrita das autoras é confusa demais, já que apresentam muitos personagens durante os primeiros capítulos e isso atrapalha um pouco as coisas. Confesso que só comecei a entender realmente a história lá pelo meio do livro. A história é sobre uma enfermeira que encontra uma mala com um menino dentro e a partir disso a história se desenrola. No fim das contas isso tudo é sobre o tráfico de crianças, sobre o mercado negro de órgãos. Eu vou dizer que eu não gostei muito da história. Achei confusa, personagens com motivações fracas, situações que a gente não consegue acreditar que estão acontecendo, etc. Quando a gente descobre no fim do livro o porquê de tudo que aconteceu, a gente fica chocado porque tudo que aconteceu poderia ter sido evitado resolvendo o problema de outra forma. O livro é seguido de erros dos personagens que levam a esse suspense e mistério. Eu não gostei porque o livro não me convenceu.

Provavelmente eu não indicaria, mas acho que cada um deve ler e tirar suas próprias conclusões. É um livro que possui uma reputação até alta, mas pra mim não rolou.

Esse livro eu baixei na internet e coloquei no meu Kindle, mas você pode achar fácil em livrarias.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

terça-feira, 5 de maio de 2020

Minhas leituras de abril de 2020

Olá querido(a)!
Hoje vim compartilhar minhas leituras do mês com você. Se você não viu minhas de março, você está esperando o que? Esse mês eu li uma quantidade bem ok de livros. Eu queria ter lido mais, mas acabei não tendo tanto tempo porque fiz alguns cursos esse mês. Minha meta é terminar logo os dois livros físicos que tenho aqui, mas ainda vai demorar bastante.

1- O Viúvo


2- A ética é possível num mundo de consumidores?


3- Criatividade e Grupos Criativos


4- Tudo sobre cinema


5- Um Amor de CEO 


6- Mente em Flow


7- O Melhor do Cortella


8- O Chamado do Cuco


O que achou das minhas leituras de Abril? Algum livro que gostaria de ler? Algum que já leu? Me conta também quais foram suas leituras do mês passado!

Beijoos ;*