sábado, 29 de fevereiro de 2020

Sessão pipoca: Turma da Mônica Laços

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Turma da Mônica Laços.


Sinopse: Floquinho, o cachorro do Cebolinha, desapareceu. O menino desenvolve então um plano infalível para resgatar o cãozinho, mas para isso vai precisar da ajuda de seus fiéis amigos Mônica, Magali e Cascão. Juntos, eles irão enfrentar grandes desafios e viver grandes aventuras para levar o cão de volta para casa.

Gênero: Aventura.


Assisti esse filme nas minhas férias aqui do blog no Telecine Play. Eu estava doida para assisti-lo desde que saiu nos cinemas já que é um "desenho"/quadrinho que marcou minha infância, mas só consegui ver agora.

Posso dizer que esse filme é pura nostalgia? Eu gostei muito já que é uma parada incrível ver os personagens dos quadrinhos na tela, porém achei a história fraca. É um filme lindo, com cenários lindos e tal, as crianças tem uma química muito boa em cena e ficaram perfeitas. O personagem d'O Louco é sensacional, adorei ver o Rodrigo Santoro na tela. Também adorei os easter eggs que aparecem durante o filme, aquelas coisas que remetem aos quadrinhos (e são inúmeros). Ei amei que o Maurício de Souza apareceu porque ele é um fofo. Uma coisa que me incomodou foi o Floquinho, o cachorro verde do cebolinha que é um dos principais personagens da história. O verde dele foi feito em computador, mas eu achei que ficou bem ruim (muitas vezes parecia que o verde não estava tão verde, sei lá).

Indico esse filme pra quem, assim como eu, adorava ler os quadrinhos da Turma da Mônica na infância. Tenho certeza que você vai se sentir nostálgico.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Resenha literária: Show de Vizinho

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Show de Vizinho.


Sinopse: Anne Moore sempre corre atrás do que quer. Ela batalhou muito para ter a sua pequena agência de eventos em Miami e um relacionamento de dez anos com Samuel Griffin, coisas das quais ela se orgulha muito. Até que após um incrível final de semana com seu namorado, ela recebe no dia seguinte um convite para organizar o casamento dele próprio, mas com outra mulher! Em meio ao desespero, surto de loucura e umas gotinhas de rivotril, Anne decide que a melhor opção é aceitar a proposta de trabalho e tornar esse momento da vida do seu namorado – agora ex – um verdadeiro inferno. E para isso, ela só precisa convidar o seu show de vizinho gostosão – que ela acredita ser um acompanhante de luxo – para fingir ser seu novo namorado, fazer ciúmes, mexer com a cabeça de Samuel, e quem sabe, tê-lo de volta aos seus pés. Kaleb Petterson não tem tempo para trivialidades, romance ou qualquer coisa que desestabilize a sua vida. Enfim ele tem tudo sob controle: como um investidor bilionário, seus negócios vão muito bem; ele está descobrindo como lidar com seu filho autista de cinco anos e está se preparando para se vingar daqueles que lhes tiraram tudo no passado... até que de repente a sua adorável – e louca – vizinha surge com uma ideia maluca: fingir um relacionamento para destruir o casamento de um dos caras que ele menos gosta com... a sua irmã. Poderia essa farsa ser a porta para um grande amor?

Assunto: Romance.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 494.

Ano: ?.

Sobre o autor: Yule Travalon é baiano, escreve romances contemporâneos que possuem comédia romântica, conspirações e representatividade. É formado em história, joga tarot, lê mapas astrais. Ama literatura, ocultismo, paganismo, comentários em seus livros, jogar conversa fora e jogar fora a conversa.




Aquele livro que peguei por acaso em uma noite de insonia e quando vi estava apaixonada. Foi assim que aconteceu com esse livro: surgiu por acaso e eu amei real.

capa já tem um boy gostoso que é o nosso show de vizinho. Já dá pra perceber que é um romance, né? Não vou falar sobre a diagramação, porque li pelo Kindle. A leitura foi bem de boas, li rápido apesar de ser um livro longo.

Vamos falar desse livro que eu simplesmente amei. Uma coisa que me surpreendeu, mas isso aconteceu só quando terminei de ler, é que quem escreveu essa história foi um boy. Sério, isso me impressionou bastante. Porque eu só descobri depois que terminei de ler (geralmente não busco muitas informações sobre os livros, só depois que termino de ler). Achei que a história se desenrolou leve e divertida, e tinha várias expressões super atuais. Juro que me senti miga da Anne. E o Kaleb e o filhinho dele? Só amor. Eu amei o filhinho do Kaleb e achei que ele deu um ar todo especial a história. O único momento que me incomodou foi quando o Kaleb revelou que era rico, que aí achei que deu uma enlouquecida na história. Mas depois as coisas voltaram para os trilhos. E me apaixonei pelo show de vizinho, né. Ahhh, e a história fechou tudo certinho, não ficaram pontas soltas. Eu amei de verdade. Me surpreendeu positivamente!

Esse é aquele livro que você que gosta de romance, vai gostar porque a história te prende de um jeito. É tudo muito divertido e leve, uma leitura bem gostosa de fazer.  Eu gostei bastante e recomendo!

Esse livro eu baixei na internet e coloquei no meu Kindle, mas você pode achar fácil em livrarias.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Resenha: Creme Facial Noturno da Nivea

Olá querido(a)!
Hoje vou fazer a resenha do creme facial noturno da Nivea.



O Creme Facial Nivea Noturno é ideal para cuidar da sua pele enquanto você dorme, com uma fórmula suave nutre e hidrata intensamente a pele, sem deixar a pele com aspecto oleoso. Sua textura leve e de rápida absorção, contém Vitamina B5 que aumenta significativamente os níveis de glutationa nas células, atuando como um potente antioxidante na pele auxiliando a renovação celular.

Benefícios:
- Hidratação profunda;
- Livre de oleosidade;
- Auxilia a renovação celular;
- Dermatologicamente testada;

Modo de usar: Com a pele limpa e seca, aplique o Creme Facial Nivea Anti-idade Noturno sobre todo o rosto, massageando suavemente em movimentos circulares até a completa absorção do produto.


A embalagem contém 100 g e custa e eu paguei R$ 21,90.

O meu felling sobre esse produto é positivo. Mais um creme da Nivea para minha coleção e para o hall dos meus favoritos da vida. Para quem não sabe eu já utilizo um creme hidratante da Nivea e eu amo (e não deixei ele de lado, continuo usando). Porém, eu sempre quis ter um produto noturno para usar no rosto (não sei se faz diferença, mas queria). Acabei descobrindo esse lançamento da Nivea e estava doida para usar. A embalagem é uma graça e vem bastante produto, então imagino que vai durar bastante (ainda mais que é um creme de uso exclusivo para o rosto). Eu gostei muito do cheiro dele: um cheiro de limpeza, mas ao mesmo tempo suave. A textura dele é bem diferente do outro que eu uso, senti que esse é mais fininho e leve, tem um toque muito gostoso. Eu gostei tanto que já virou um dos meus queridinhos. Super recomendo, porque o preço também é muito bom!
Já usou esse perfume? Me conte nos comentários!

Beijoos ;*

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Resenha literária: Pecadora

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Pecadora.


Sinopse: Todos nós éramos pecadores. Somente uma coisa diferenciava um pecador: as escolhas. Saber o certo e escolher seguir pelo caminho errado em vez de fazer o que era correto. Fechei os olhos. Apesar de tudo que tinha feito naquela noite, não me arrependi. Era pecado, era perdição, mas também era mais do que eu já tinha sonhado em ter. Entre a rígida criação religiosa e o desejo que sempre a consumiu, Isabel precisa se encontrar. Casada há quatro anos com Isaque, seu namorado de adolescência, a jovem sabe que a relação está longe de ser satisfatória. Mas é só quando Isaque fica amigo de Enrico, um publicitário solteiro e bem-sucedido, que a situação começa a ficar insustentável. Agnóstico, sem amarras e cheio de mulheres, Enrico é tudo o que Isabel acredita rejeitar, mas ela não consegue deixar de se sentir interessada pelas histórias que o marido conta dele. Para piorar, ela consegue um emprego na agência dele, e agora terá de passar os dias ao lado do homem que traz à tona seus sentimentos mais proibidos. Neste novo romance, Nana Pauvolih, uma das maiores autoras de romances eróticos do país, mostra que o certo nem sempre precisa ser aquilo que é imposto, e sim aquilo em que se acredita.

Assunto: Romance, Romance Erótico.

Editora: Essência.

Páginas: 384.

Ano: 2017.

Sobre a autora: Nana Pauvolih é carioca, e foi professora de história por muitos anos até, em 2012, começar a publicar seus romances eróticos na internet. Desde então, vem fazendo sucesso com séries como Segredos, best-seller da Amazon e que passará a ser editada pela Planeta, e Redenção.


Esse livro eu peguei para ler por acaso, porque achei a premissa interessante e estava querendo pegar um romance para ler. Todo mundo já sabe que eu sou viciada nos romances.

capa já entrega que o livro é de romance, e que podem ter partes calientes. Na capa temos a protagonista em uma cena um tanto sexy.  Não vou falar sobre a diagramação, porque li pelo Kindle. A leitura não foi muito demorada, mas é um livro médio.

Tenho que dizer que achei essa história um tanto interessante. Não sou uma pessoa ligada a igreja e religião, e a história bate bastante nessa tecla (mesmo que seja uma história com teor erótico). A questão da religião é quase que a base da história, e é uma parada que em muitos momentos me deixou meio irritada. Isabel é uma personagem que me irritou bastante, já que era apegada a religião de uma forma bem exagerada. Achei que ela se culpava por coisas minímas, mas chegou a fazer coisas muito piores ao longo da história. O marido dela, para mim, é um bundão sem graça. Sua família me irritava profundamente e eu achava que ela já tinha que ter feito o que ela queria desde o início. A personagem que eu mais gostei foi a irmã dela, Rebeca. O Enrico é um personagem extremamente sexy e eu amava sempre que ele aparecia. Outro ponto que gostei eram as discussões entre os personagens sobre coisas filosóficas. O final é bacana e até que gostei bastante da história.

Essa é uma história bacana, mas ao mesmo tempo sinto que ela pode não agradar todo mundo. Um romance com pano de fundo religioso e legal para passar o tempo.

Esse livro eu baixei na internet e coloquei no meu Kindle, mas você pode achar fácil em livrarias.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Inspiração: Carnaval 2020

Olá querido(a)!
Hoje é Carnaval! Sei que muita gente curte essa época para ir na rua e se jogar nos bloquinhos, mas meu Carnaval perfeito é dentro da minha casinha lendo um bom livro ou assistindo um filminho/série. Mais um ano que vou ficar em casa porque não gosto de frequentar lugares cheios, e no Carnaval a cidade fica insuportável. Porém para não passar em branco, eu vou deixar umas inspirações bem bonitas e coloridas por aqui, porque eu realmente gosto da energia e do colorido do carnaval. Senta aí pra conferir!











Lembrando que as imagens são de bancos de imagens gratuitos e podem ser usadas em qualquer lugar e de qualquer forma. Como você está curtindo o Carnaval?  Deixe nos comentários!

Beijoos ;*

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Resenha literária: Meu maior presente

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Meu maior presente.


Sinopse: Lucas 'Não escolhemos o amor, é ele quem nos escolhe. Mas e se essa escolha estiver errada?' A história de um amor proibido, escrita pela mesma autora do sucesso O Safado do 105 Lucas foi abandonado num orfanato e só aos nove anos de idade ganhou o presente que mais desejava: uma família. Mel nasceu na família perfeita. Seu pai, sua mãe e seu irmão, dez anos mais velho, a amavam. Ela era o xodó dos Carvalho Lemos. O que ninguém esperava era que, na adolescência, Mel começasse a olhar de um jeito diferente para Lucas, seu irmão adotivo, seu protetor, seu motorista de baladas, seu confidente. Ele também a percebeu diferente, a desejou e seu amor fraterno se transformou em outra coisa. Lucas, porém, não podia deixar que esse novo e assustador sentimento arruinasse seu sonho de ser amado por uma família. Mas o que fazer com a vontade de seu coração e seus desejos? Mel, com certeza, sabia o que fazer. Mel 'Só me sinto viva com você. Só me encontro em você.'

Assunto: Romance, Romance Erótico.

Editora: Essência.

Páginas: 352.

Ano: 2017.

Sobre a autora: Mila Wander nasceu em 1988 no Recife (PE), onde mora atualmente com seu marido. Formada em Pedagogia pela Universidade Federal de Pernambuco, foi professora em classes do Ensino Fundamental. Apaixonada por literatura, ela começou a escrever por hobby. Empolgou-se com o ofício após a publicação de seu primeiro livro Meu Conselheiro de Luz, em 2012, e, principalmente, por causa do sucesso proporcionado pelas ferramentas virtuais de autopublicação. Em 2014, seu romance erótico O Safado do 105 – lançado em 2015 pela Editora Planeta – conquistou mais de 4 milhões de leituras na plataforma Wattpad e tornou-se também um sucesso nas estantes das livrarias. Meu Maior Presente é seu terceiro livro pela Planeta.


Mais um romance por aqui que peguei por acaso, mas não tão por acaso assim. Esse eu resolvi ler porque é de uma autora que eu já conheço e gosto.

A capa é bonita e tem tudo a ver com o nome e a história. Nela podemos ver uma caixinha de presente. Não fica tão na cara que é um romance erótico, gosto assimNão vou falar sobre a diagramação, porque li pelo Kindle. A leitura, apesar de ser um livro longo, foi rápida.

Como começar a falar desse livro? Ele me despertou diversos sentimentos. Fiquei confusa, fiquei com raiva, fiquei perplexa e em alguns momentos nem sabia como reagir. Acho que o que mais me incomodou foi um cara adulto se apaixonando por uma adolescente do que o romance entre dois irmãos. O fato deles não serem irmãos de sangue é o que facilita essa coisa toda de aceitar o romance, por isso nem achava que a história de amor era tão complicada assim. Era complicada quando eles começaram a sentir coisas e a Mel tinha 14/16 anos e o lucas 24/26 anos. Depois disso achei ok e até achei que eles complicavam demais a situação. Mas gostei da história. Ahhh, e o livro tem um bônus. Tem mais uma história que explica nos mínimos detalhes como o Lucas foi adotado e como a Mel nasceu. É uma história bonitinha, mas eu esperava mais, confesso.

Eu indico esse livro para quem gosta de romances e pra quem está querendo dar um respiro entre leituras, porque é aquele tipo de livro para passar o tempo.

Esse livro eu baixei na internet e coloquei no meu Kindle, mas você pode achar em livrarias.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

sábado, 22 de fevereiro de 2020

Sessão pipoca: Dumbo

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Dumbo.


Sinopse: 1919, Joplin, Estados Unidos. Holt Farrier é uma ex-estrela de circo que, ao retornar da Primeira Guerra Mundial, encontra seu mundo virado de cabeça para baixo. Além de perder um braço no front, sua esposa faleceu enquanto estava fora e ele agora precisa criar os dois filhos. Soma-se a isso o fato de ter perdido seu antigo posto no circo, sendo agora o encarregado em cuidar de uma elefanta que está prestes a parir. Quando o bebê nasce, todos ficam surpresos com o tamanho de suas orelhas, o que faz com que de início seja desprezado. Cabe então aos filhos de Holt a tarefa de cuidar do pequenino, até que eles descobrem que as imensas orelhas permitem que Dumbo voe.

Gênero: Aventura, Família.


Eu estava doida para assistir Dumbo desde que foi lançado, e não foi porque eu gostava do desenho (me dava aflição). Na verdade eu quis assistir porque a pegada é diferente e tem direção de Tim Burton, que sempre produz filmes incríveis. Quando vi no Prime Video já sabia que ia assistir, mas enrolei por meses até realmente assistir.

O filme tinha cara de sombrio, e em geral tem esse aspecto mesmo traduzido na paleta de cores, mas não achei tanto assim. A história do Dumbo é triste demais, na verdade. Em vários momentos ele é humilhado e as pessoas só querem ganhar dinheiro com ele, sem contar que separam ele da mãe bem no início do filme. Uma coisa que eu precisava falar é que o Dumbo é um personagem bem fofo, e ficou incrível a produção dele nesse filme (eu achei impressionante e fiquei apaixonada). Essa versão não é tão parecida com a do desenho, tem muitas coisas que foram acrescentadas (o que eu achei certo, já que a animação é bem curtinha). No fim das contas eu gostei do filme!

Indico esse filme pra quem gosta do universo Disney e dessa pegada mais sombria do Tim Burton. Se você teve contato com a animação, pode ser que goste também desse filme.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Resenha literária: Teto Para Dois

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Teto Para Dois.


Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela. Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado. Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama. Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Assunto: Comédia Romântica, Romance.

Editora: Intrínseca.

Páginas: 381.

Ano: 2019.

Sobre a autora: Beth O'Leary estudou inglês na universidade antes de começar a trabalhar com publicações infantis. Ela vive o mais perto possível do campo, sem se afastar muito de Londres, e escreveu Teto para dois durante as viagens de trem para o trabalho. Ela agora se dedica em tempo integral à escrita e, se não estiver trabalhando, você a encontrará em algum lugar com um livro, uma xícara de chá e vários casaquinhos de lã (qualquer que seja o tempo).


Achei esse livro por acaso no site onde faço downloads de livros para ler. Achei interessante a história do livro e acabei pegando para ler logo.

A capa é bem fofinha. Gosto da combinação de cores. Nela temos uma cama de casal, que tem tudo a ver com a história. Tenho que dizer que faltavam uns post-its para ficar ainda mais bacana, mas gosto dessa capa. Não vou falar sobre a diagramação, porque li pelo Kindle. A leitura, como sempre, foi rápida.

Tenho que dizer que estava lendo bem despretensiosamente, porém o livro me prendeu de uma forma que eu não conseguia parar de ler. Uma das coisas que eu adoro é quando os livros de romance são intercalados, uma hora a mulher narra e na outra o homem. Esse tipo de narração faz a gente entender o lado de cada personagem. Eu gosto do jeito que a história se desenvolve, já que outras histórias cruzam o caminho do nosso casal. Uma coisa que me chamou atenção é que o livro trata de relacionamentos abusivos e a cada momento a nossa personagem principal percebe que estava em um, mas que quando estava não percebia. É duro, mas faz a história parecer mais real. Gosto da história intermediária, do irmão do Leon. O irmão dele está preso e é uma história que se torna importante para o romance chegar onde chega. Os amigos de Tiffy também são bem bacanas e me lembram os meus, haha. A história é ótima para quem quer se distrair um pouco e mergulhar numa come´dia romântica. Daria um bom filme!

Eu indico esse livro para quem gosta de romances e pra quem está querendo dar um respiro entre leituras, porque é aquele tipo de livro para passar o tempo.

Esse livro eu baixei na internet e coloquei no meu Kindle, mas você pode encontrar em livrarias.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Resenha: Esfoliante Óleo Desodorante Corporal de Ameixa

Olá querido(a)!
Hoje vou fazer a resenha do Nativa SPA Ameixa Açúcar Esfoliante Óleo Desodorante de O Boticário.



Ameixa é intensidade e vibração. É um cheiro que desperta e, ao mesmo tempo, dá vontade de fechar os olhos. É pele cheia de vida.

Somos seres à flor da pele. É nela em que pintamos a nossa história, cheia de novas sensações. Acreditamos na pele relação, pele intenção, pele emoção, pele que vive intensamente. Nativa SPA te convida a sentir a vida de pele e alma. O açúcar esfoliante Nativa SPA é um banho revigorante. Sua fórmula, enriquecida com gotas purificadas de quinoa, remove as impurezas e as células mortas.

VEM SENTIR: Coisa boa é deixar a pele renovada. Durante o banho, espalhe o açúcar esfoliante desodorante pelo corpo, em movimentos suaves. Enxágue em seguida.

O Nativa SPA Ameixa Açúcar Esfoliante Óleo Desodorante deixa a pele limpa, macia e renovada através de uma esfoliação suave que remove resíduos e células mortas, mantendo a hidratação natural da pele.

Sua nova fórmula também ajuda a hidratar profundamente, aumenta a produção de colágeno e previne a perda de elasticidade da pele, graças às gotas purificadas de quinoa. Além disso, ainda deixa na pele um agradável aroma de Ameixa.

Segredinhos de sustentabilidade: Sua embalagem é feita com PET reciclado. Por usar esse tipo de material, por ano, incorporamos o equivalente mais de 40 mil garrafas de refrigerante de 2 litros que, se empilhadas, teriam a altura de 370 estátuas do Cristo redentor.



O meu é de ameixa, mas possui outras fragrâncias. A embalagem contém 200 g e custa R$ 47,90.

O meu felling sobre esse produto é positivo. Fazia bastante tempo que eu não comprava esfoliantes corporais e me bateu aquela vontade um tempo atrás. Acabei comprando esse de Ameixa, que não era o que eu queria mas era o único disponível na loja (queria o de Pitaya). Esse, ao contrário de outros que já usei e já vi por aí, não é um sabonete líquido, é só um esfoliante mesmo. Achei a embalagem a coisa mais linda e dá vontade de ter todas as fragrâncias, haha. As partículas de esfoliação tem um tamanho legal e eles falam que é um "açúcar". O que me impressionou é que quando você está passando no corpo essas partículas elas vão se desfazendo, elas não ficam inteiras. Achei isso incrível! Outra coisa que percebi é que o produto deixa a pele bem hidratada e fixa bem o cheiro. Vale super a pena investir em toda a coleção e ficar com esse cheirinho mara! O esfoliante é perfeito, já quero um estoque.

Já usou esse produto? Me conte nos comentários!

Beijoos ;*


quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Resenha literária: Legião

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Legião.



Sinopse: William Peter Blatty está entre nós. O legado do autor do clássico O Exorcista finalmente ganha uma edição brasileira feita por quem tem a mesma adoração pelo terror que seus leitores mais fanáticos. É com muito respeito ― até com certo medo ― que a DarkSide® Books lança LEGIÃO.Alerta de spoiler: LEGIÃO é a verdadeira continuação de O Exorcista. Personagens e acontecimentos importantes do primeiro livro encarnam novamente nas páginas deste romance que Blatty publicou em 1983 e que finalmente sai no Brasil com seu título original. Alguns segredos da história de 1971 são revelados aqui, então é aconselhável ler O Exorcista antes de encarar LEGIÃO.JUNTE-SE À LEGIÃO:A história começa dez anos depois do exorcismo de Regan MacNeil, a jovem menina endiabrada que Linda Blair incorporou no cinema. Só que agora o sobrenatural ganha também uma pegada de romance policial.O detetive (e cinéfilo nas horas vagas) William F. Kinderman volta à cena, investigando uma série de assassinatos brutais ― entre eles, a crucificação de um garoto de apenas doze anos. O modus operandi dos crimes parece indicar a assinatura mórbida do assassino em série Geminiano. Mas como solucionar um caso em que o principal suspeito está morto há mais de uma década?Para criar o personagem Geminiano, Blatty se inspirou no Zodíaco, lendário serial killer que aterrorizou a Califórnia entre os anos 1960 e 1970, e que até hoje não foi identificado pela polícia. Zodíaco, pelo visto, era fã da obra do autor. Em 1974, o assassino enviou uma carta ao San Francisco Chronicle elogiando o filme O Exorcista como “a melhor comédia satírica a que já assisti”.Uma curiosidade: aproveitando o sucesso de crítica e bilheteria do primeiro filme, O Exorcista II ― O Herege chegaria aos cinemas em 1977. No entanto, este filme não teve nenhuma participação criativa do autor. Por isso mesmo, o livro LEGIÃO é considerado como a verdadeira sequência da obra-prima de Blatty.Como sempre, a edição em capa dura da DarkSide® Books segue aquele padrão quase demoníaco de qualidade. É como dizem: o diabo mora nos detalhes. Mas cuidado ao expor LEGIÃO em sua estante! Um livro assim é capaz de intimidar os mais corajosos, antes mesmo de se virar a primeira página. Só não se assuste se perceber o livro olhando em sua direção; afinal, você deve estar imaginando coisas.Para tornar sua experiência ainda mais assustadora ― caso isso seja possível ―, uma boa dica é emendar a leitura de LEGIÃO com outro título da Caveirinha: Exorcismo, de Thomas B. Allen, livro que detalha o caso real de possessão demoníaca que inspirou a criação de O Exorcista.PEGUE ÁGUA BENTA, UM CRUCIFIXO, FAÇA O SINAL DA CRUZ E VÁ LER.LEGIÃO ESPERA POR VOCÊ.

Assunto: Ficção, Horror.

Editora: Darkside Books.

Páginas: 304.

Ano: 2017.

Sobre o autor: William Peter Blatty (1928-2017) escreveu diversos romances e roteiros e é conhecido pelo mega best-seller O Exorcista, publicado em 1971. Foi o roteirista e produtor de sua adaptação para o cinema em 1973 e com ele ganhou três Globos de Ouro e o Oscar de melhor roteiro. Legião, publicado originalmente em 1983, foi adaptado para o cinema em 1990 com o título O Exorcista III e dirigido pelo próprio autor.


Esse livro não estava na minha lista de leituras, mas como fui eu mesma que escolhi, eu tinha que ler. O que é muito louco é que a história faz muito o meu estilo e logo no comecinho percebi isso.


O livro tem uma qualidade superior, premium, com sua capa dura e acabamento impecável. A capa do livro tem um demônio todo estilizado. A capa tem as cores vermelho e azul, uma combinação que deu certo. É uma capa que chama bastante atenção. A diagramação é muito boa. É um livro mediano que eu li em poucos dias.

O livro é uma ficção que mistura investigação com o sobrenatural. No início é basicamente uma história policial, mas conforme os fatos vão se desenvolvendo a gente percebe que tem alguma coisa errada. Eu gostei da pegada da história, porque sou fã de histórias investigativas. A história conseguiu me prender do início ao fim, mas confesso que não entrou para os meus livros preferidos. As coisas iam acontecendo e eu tentava dar palpites sobre quem era o assassino, e no fim fui surpreendida.

Recomendo esse livro para quem gosta de um bom mistério policial, mas com um pouco de sobrenatural. 


O bacana é que logo que você abre a capa, você tem essa visão (o mesmo na parte de trás).


O diferencial desse livro é o marcador, que a maioria dos livros da editora possuem.


O corte desse livro é colorido e deixa ele ainda mais bonito.

Esse livro veio de brinde em uma das compras que fiz no site da Darkside Books.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Infográficos sobre jogos

Olá querido(a)!
Os videogames chegaram ao centro da sociedade hoje. Cerca de 2,6 bilhões de pessoas em todo o mundo escolheram os jogos como hobby. A indústria de jogos é agora a maior indústria de entretenimento do mundo. Este desenvolvimento não permanece sem vestígios na sociedade. O entusiasmo pelos videogames percorre todas as camadas, tanto os acadêmicos quanto os alunos, a primeira geração dos jogadores já atinge a idade mais avançada, enquanto a geração mais jovem continua ininterrupta. 


Os torneios de jogos podem ser comparados a eventos de massa, eventos esportivos tradicionais, como um campeonato mundial de futebol ou os Jogos Olímpicos. Jogadores de sucesso são os ídolos célebres de suas gerações, ganham milhões com suas habilidades e fazem seus próprios shows no Youtube, a estação de televisão da geração moderna. 

O debate sobre jogos não diminui, os preconceitos e a má reputação ainda não foram superados, apesar de todos os sucessos. O impacto dos jogos na sociedade dificilmente pode ser esquecido: os videogames quebram fronteiras, dão ao indivíduo uma liberdade sem precedentes que há muito se perde na vida cotidiana. 

No jogo, as pessoas podem superar a si mesmas, tomar decisões independentes e dominar uma variedade de desafios, sejam pequenos jogos casuais como Paciência ou complexos jogos de estratégia multijogador. Mas os jogos são muito mais do que apenas uma sala de fuga, com sua estética e cultura, eles deixam vestígios no mainstream da cultura pop. As pessoas se disfarçam de personagens icônicos, o estilo visual dos jogos se assemelha à encenação de filmes e séries de televisão. 


A fronteira entre as diferentes mídias é cada vez mais nítida, os jogos podem ser filmes e jogos de filmes, até os best-sellers literários são adaptados como videogames e, dessa forma, muitas vezes se estendem muito além da forma original. As análises de videogames não aparecem mais apenas em revistas especializadas de uma clientela relevante, mas têm seu lugar nas páginas dos principais jornais. Na luta pelo reconhecimento como uma forma de arte independente, eles produzem experiências emocionantes e projetos de autor. No entanto, um possível vício é sempre um problema - especialmente crianças e jovens que brincam sem regulamentação estão em risco. Às vezes, estruturas diurnas inteiras são perdidas e tudo o que não tem nada a ver com o mundo do jogo é negligenciado. 

Meninos correm maior risco do que meninas porque preferem jogos competitivos nos quais outros jogadores lutam pela vitória. As meninas preferem jogos construtivos e simulações, que lidam com responsabilidade social, mantendo relacionamentos e desenvolvendo uma biografia. A análise dos jogos e seu impacto nas estruturas sociais estabelecidas é uma área de crescente interesse pela ciência. Os jogos são o meio do futuro - e a sociedade futura consiste em jogadores.

Eu adoro jogos, principalmente os de celular mas também sempre jogo pelo computador. Qual a sua relação com jogos? Onde e o que você gosta de jogar? Deixe nos comentários!

Beijoos ;*

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Resenha literária: Before - A História De Hardin Antes de Tessa

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Before - A História de Hardin Antes de Tessa.


Sinopse: “No momento em que os lábios dela tocaram os seus pela primeira vez, ele sentiu. Sentiu uma mudança no fundo da alma, em algum ponto escondido e coberto pela poeira.” Antes de Tessa, Hardin era um jovem rude e, às vezes, cruel. O que será que fez com que ele se tornasse esse bad boy tão revoltado? E o que se passava em sua cabeça naqueles primeiros momentos com Tessa, a menina irritantemente certinha de quem ele não conseguia ficar longe? Contado sob o ponto de vista de Hardin e de outros personagens da série, Before acompanha de perto esse complexo e cativante personagem, desde seus problemas de infância até sua turbulenta juventude. O livro traz também passagens inéditas do romance de Tessa e Hardin e revela, ao fim, o futuro desse casal intenso que conquistou o coração de leitores no mundo inteiro!

Assunto: Ficção, Romance.

Editora: Paralela.

Páginas: 304.

Ano: 2016.

Sobre a autora: Anna Todd é uma escritora estreante que vive em Austin, no Texas, com seu marido, com quem se casou um mês depois de se formarem no ensino médio. Entre os três períodos em que ele serviu no Iraque, ela teve empregos em quiosques de produtos de maquiagem e escritórios da Receita Federal americana. Anna sempre foi uma leitora ávida, fã de boy bands e de romance. Ou seja, está vivendo um sonho desde que conseguiu combinar as três coisas.


Eu não ia ler esse livro, mas ele é "meio" que uma continuação da série After. A série que me fez chorar tanto que decidi que não queria ler Before para não chorar mais. A curiosidade matou o gato e lá fui eu ler.

O engraçado é que as capas da série nunca me chamaram atenção e são todas bem parecidas. Nessa temos nosso casal abraçados.  Pela capa ter um estilo todo colorido, nunca achei que seria uma história de romance. Não vou falar sobre a diagramação, porque li pelo Kindle. A leitura foi bem rápida e esse não é um livro grande.

Eu juro que achava que esse livro seria só o Hardin narrando o ponto de vista dele sobre as situações que ocorreram no primeiro livro (já que nesse ele não tem voz nenhuma, nos outros algumas partes são narradas por ele). Mas não foi isso que encontrei e me surpreendi. A maior parte do livro é narrada pelo Hardin sim, e fala sobre acontecimentos do primeiro livro, mas também encontramos as histórias anteriores de alguns personagens (assim a gente consegue entender melhor suas personalidades) e histórias de depois de tudo. Achei perfeito e estou aqui escrevendo e chorando de novo. Estou com raiva e odeio o livro por me fazer chorar tanto, mas é perfeito. O Hardin é um personagem complicado porém cativante. Quem gosta da série precisa ler esse livro, já que nele podemos acompanhar a evolução dos sentimentos de Hardin. Já estou eu aqui chorando de novo, melhor parar por aqui. haha.

Indicado pra quem gosta de romances, porém recomendo que tenha lido a série After inteira antes de pegar esse livro. Por mais que foque mais no primeiro livro, temos spoilers de coisas que só aconteceram no final da série. É importante que seja lido por último para fechar alguns pontos da história.

Esse livro eu baixei na internet e coloquei no meu Kindle, mas você pode achar fácil em livrarias.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*