quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Um ano novo com um fiozinho de esperança!

Olá querido(a)!
Feliz ano novo! Feliz 2021! Conseguimos!


Esse ano foi um ano bem estranho. Janeiro, Fevereiro, Março... Janeiro. O ano passou voando, ou nem tanto. Pra mim passou um pouco devagar, já que a gente ficou em casa tentando arranjar coisas para fazer. Ao mesmo tempo foi um ano de preocupações: "o que vai ser da gente nessa pandemia?".

Acho que todo mundo estava esperando a virada do ano. Não que tudo magicamente se resolva quando passamos de um ano para o outro, mas é aquele tipo de coisa que dá uma esperança nas pessoas. A gente acaba fazendo planos para o novo ano, e esperamos que ele seja mais incrível que o anterior.

O triste desse ano é que as festas de ano novo estão suspensas, para evitar as aglomerações. A pandemia ainda está aí, porém temos a esperança de em breve estarmos vacinados. Mas eu ainda penso que o novo ano ainda será um ano atípico. 

A única coisa que penso é que conseguimos chegar até aqui, apesar de toda a tristeza que esse último ano trouxe. Espero que a esperança seja o que nos guie nesse novo ano.

Beijoos ;*

terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Resenha literária: Esposa de Mentirinha

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Esposa de Mentirinha.


Sinopse: Melissa Sanders tem sobrevivido sozinhha por muito tempo. Obrigada a se aventurar na vida adulta, larga tudo para trás e embarca na cidade grande. Anos mais tarde se vê perdida em avalanches de problemas. O maior deles, seu antigo lar, seu passado preso em uma enorme dívida. Quando Melissa desisti de qualquer melhora e soluções para não perder sua casa e seu teto atual, Oliver Digori surge em sua vida e a surpreende com a proposta mais insana de sua vida. Depois de arruinar seu futuro, que destruiu todo o seu plano de casamento e familia feliz. Oliver decidiu correr atras do prejuizo e recuperar sua noiva, so não esperava que pouco tempo depois ela já estaria envolta de outro relacionamento lhe tiranda a paz, sossego – e sanidade. Ensaiando todas as formas de suas investidas darem certo, ele tem a ideia mais insana de sua vida ao atropelar uma bela moça e por os olhos sobre ela. Ele também poderia jogar o jogo de sua ex noiva em um casamento de mentira.

Assunto: Romance.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 520.

Ano: 2018.


Mais um livro que estava no meu Kindle e que foi o escolhido da vez. Dentre muitos romances que tenho por lá, acabei decidindo ler esse.

A capa, como sempre, já entrega que é um romance. Ela tem toda uma vibe de casamento, muito fofa. A diagramação não é tão boa, encontrei muitos erros de escrita que me incomodaram um pouco. Demorei um pouco para ler porque a história é longa.

Um livro com um romance clichê, mas gostoso de ler. Uma coisa que me incomodou é que no início as coisas aconteceram muito rápido e poderiam ter sido feitas mais devagar, tipo quando eles se conhecem e ele faz a proposta do casamento de mentira. Depois achei que o livro foi se arrastando demais até eles se entenderem e tal. Porém, apesar dos pesares eu gostei da história. Mais duas observações: achei a Melissa bem exagerada e o Oliver bem bobão, mas eles combinam. Um outro detalhe é que a história é narrada as vezes pela Melissa, outras por Oliver e até pela America, que é melhor amiga da Melissa. Rola bastante confusão, mas ao mesmo tempo a história é fofinha.

Um livro bacana para quem quer um romance divertido e fofo. Só não acho que seja um bom livro de respiro porque é bem longo.

Esse livro eu comprei na loja do Kindle.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

sábado, 26 de dezembro de 2020

Sessão pipoca: After - Depois da Verdade

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi After - Depois da Verdade.


Sinopse: Em After - Depois da Verdade, após descobrir sobre a aposta, Tessa tenta esquecer Hardin, o jovem caótico e revoltado que partiu seu coração. Porém, ela está prestes a descobrir que alguns amores não podem ser superados. Hardin sabe que cometeu o pior erro de sua vida ao ter magoado a jovem tão profundamente, mas vai lutar com toda a sua força para reconquistar o grande amor da sua vida.

Gênero: Drama, Erótico, Romance.


Decidi assistir esse filme porque assisti ao primeiro After, e estava curiosa com o segundo (mesmo sabendo o que aconteceria, já que li os livros). Já posso adiantar que gostei mais desse que do primeiro?

Eu já sei que vão problematizar a história nos comentários, mas é uma ficção. Acho importante identificarmos que, sim, o relacionamento deles é problemático e muitas vezes abusivo, mas tudo ficção e drama pra história acontecer. O que eu gosto nesse segundo filme é que a Tessa, depois de ter passado por tudo que passou no filme anterior se tornou uma mulher muito mais ousada e dona de si (apesar de tomar algumas atitudes muito precipitadas). Acho ela e o Hardin bastante infantis e tal. E nesse filme começamos a ver um dos gatilhos para o Hardin ser o que é. Confesso que chorei o filme inteiro porque fiquei lembrando dos livros e tal, kkkk. Fiquei um pouco chateada que trocaram alguns atores que faziam alguns personagens, mas vida que segue. Porém achei um bom filme e melhor que o primeiro.

Indico esse filme para quem gostou do primeiro, haha. Porque meio que não faria sentido assistir o segundo sem entender toda a trama, né?

 

Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Feliz Natal galerinha!

Olá querido(a)!
Hoje só passei por aqui para desejar um Feliz Natal para vocês.


Apesar de tudo estar meio estranho esse ano, espero que consigam comemorar. No meu caso, as tradições foram deixadas de lado esse ano porque minha casa está em obra. Mas pensando bem, a anos as minhas tradições de Natal vem mudando.

Esse ano o meu Natal com certeza está sendo ficar em casa com a minha irmã. Talvez a gente esteja assistindo alguns filmes, ou quem sabe jogando The Sims. As comidas provavelmente não faltam e tem coisinhas gostosas que só tem no Natal. E não vamos ter presentes, o presente do ano é a casa reformada. O calor deve estar gigante, porque né Brasil mores.

As decorações de Natal esse ano foram bem fraquinhas. Como não estamos em casa, não teve árvore de Natal, só alguns Papais Noéis. Até porque em janeiro retornamos ao lar e eu estou ansiosa. E espero que o Natal do ano que vem seja tudo de melhor. Ahh, e meu pedido pro Papai Noel é a vacina.

Beijoos ;*

terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Inspiração: Verão vem vindo!

Olá querido(a)!
Ontem começou, de fato, o verão e por isso decidi trazer aquelas inspirações bem legais. Já estou sentindo o verão desde o início de dezembro e já adianto que não estou amando, kkkk. Não é minha estação preferida, mas seria se no momento estivesse com ar condicionado em casa e piscina. Talvez se eu fosse na praia, também ia gostar mais (mas a covid tá aí). Vou parar de enrolar e ir para as fotos!











Lembrando que as imagens são de bancos de imagens gratuitos e podem ser usadas em qualquer lugar e de qualquer forma. Você curte flores e a primavera?  Me conta nos comentários!

Beijoos ;*

sábado, 19 de dezembro de 2020

Sessão pipoca: 5 filmes de natalinos para assistir até o Natal

Olá querido(a)! 


Hoje eu decidi trazer aqui uma lista bem legal com 5 filmes de Natal. O mais interessante é que cada filme está num streaming diferente, então provavelmente algum desses vai ser naquele que você é assinante. Então, vamos aos filmes!

1- Tudo Bem no Natal Que Vem

Assisti esse filme bem no dia que entrou para o catálogo da Netflix e posso dizer que não me arrependi nadinha. Confesso que a alguns anos atrás tinha criado um ranço do Leandro Hassum porque basicamente os filmes de comédia aqui do Brasil eram todos protagonizados por ele, e eu achava eles legais mas muito parecidos. Esse filme de Natal eu esperava uma comédia e tal, e a gente começa o filme rindo, mas termina chorando. É um filme bem bonito para refletir o que a gente faz o ano inteiro com as nossas relações familiares, porque acaba que a gente parece só ficar emotivo e tal no Natal. É sobre aproveitar os momentos ao lado das pessoas que a gente gosta. Vi muitos comentários positivos sobre o filme, mas vi muita gente que não viu nada demais. Eu achei sensacional, ainda mais por ser um filme brasileiro.


Sinopse: Em Tudo Bem no Natal que Vem, Jorge é um homem rabugento que sempre odiou o Natal e costuma fazer de tudo para evitar as comemorações dessa data. Na véspera do feriado, ele cai do telhado e bate a cabeça. Quando acorda, percebe que está vivendo o Natal do ano seguinte, e continua revivendo diversos Natais em um ciclo interminável.

Gênero: Comédia.

Streaming: Netflix.


2- Noelle

Esse é um lançamento natalino da Disney+ que eu confesso ter demorado para assistir. O filme não tem uma grande história, mas posso dizer que é interessante para os pequenos. Achei interessante uma história que fala da família Noel, e a Noelle é filha do bom velhinho. Depois que seu pai morre ela tenta ajudar o seu irmão a tomar seu lugar como novo Papai Noel, mas muitas coisas engraçadas acontecem nessa jornada. No fim das contas o filme mostra personagens confusos e querendo descobrir o que vai ser de suas vidas, qual suas verdadeiras vocações. E a Noelle tem uma pequena rena muito lindinha de estimação.


Sinopse: Filha do Papai Noel, Noelle sempre teve que apoiar e encorajar seu irmão Nick, que está prestes a assumir o papel do pai. Quando Nick desaparece pouco antes do Natal, Noelle embarca em uma jornada divertida e sincera para encontrá-lo, descobrindo, então, o que realmente significa a data.

Gênero: Comédia, Família.

Streaming: Disney+.


3- Uma Viagem de Natal

Confesso que assisti esse filme esses dias só para ter algo diferente para indicar aqui nessa lista. Esse foi um achado no Prime Video. É o tipo de filme de romance que eu amo assistir, já que não é daqueles badalados e que todo mundo está indicando e assistindo. A história permeia os clichês que todo amante de romance adora. A história é sobre uma escritora que decide ter um Natal tradicional, porque na verdade o normal para ela é estar viajando nessa época do ano. Por um acaso do destino ela acaba tendo que dividir o chalé que alugou com um pai solteiro e sua filha. Já imagina o que vai acontecer, né? Pra quem gosta desse clima romântico que o Natal traz, é uma boa dica de filme.


Sinopse: Uma escritora resolve viajar durante o Natal, mas acaba tendo um contratempo quando percebe que a casa em que está hospedada também foi alugada por outras pessoas.

Gênero: Romance.

Streaming: Prime Video.


4- O Despertar Para o Natal

Mais um filme que assisti especialmente para fazer essa lista. Dei as opções que tinham na HBO GO para a minha irmã e ela escolheu esse. Um filme que faz a gente querer viver todas as tradições natalinas da infância. Whitney vai visitar a sua avó na época do Natal quando entra de férias do trabalho. Ela acaba jogando fora os enfeites natalinos da sua família e a partir disso começa toda uma jornada em busca dos enfeites perdidos. O que realmente essa jornada representa é a busca pelo espírito natalino, que há tempos Whitney perdeu. Nisso tudo ela começa a perceber as coisas que realmente importam na vida. Um filme bem bonitinho para assistir com a família.


Sinopse: Após anos sem participar de encontros familiares, Whitney vai a Chicago passar o Natal com sua avó Frances. Porém, devido a uma infeliz mudança de eventos, ela joga fora erroneamente uma caixa com preciosos enfeites de família.

Gênero: Drama.

Streaming: HBO GO.


5- Uma Segunda Chance Para Amar

Esse filme já tem um bom tempo que assisti, mas me lembro que fiquei ansiosa desde o lançamento que foi no ano passado. Quando entrou no catálogo da Telecine, eu fui correndo assistir e tirar minhas conclusões (já que tinha visto algumas opiniões negativas sobre ele). Eu confesso que foi um filme que me surpreendeu. Pelo menos eu passei o filme inteiro torcendo para o romance acontecer, fiquei confusa em algumas situações, mas no final tudo se esclarece. Um filme sobre Natal e segundas chances. Ahh, e a protagonista trabalha em uma loja que vende artigos de Natal, o que é bem engraçado. Achei linda a mensagem do filme!


Sinopse: Em Uma Segunda chance para Amar, Kate é uma jovem inglesa com uma vida que é uma bagunça. Além de ter dificuldades em lidar com a mãe Petra e a irmã Marta, ela trabalha como elfo em uma loja temática de natal durante todo o ano. E é às vésperas do Natal que ela conhece Tom, e o que parecia impossível se torna realidade, conforme o rapaz enxerga através de todas as barreiras que ela construiu para sua vida.

Gênero: Comédia, Romance.

Streaming: Telecine.


Espero ter ajudado você com essas dicas de filmes de Natal. Já assistiu algum deles? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Tag literária: Verdadeiro ou Falso

Olá querido(a)!
Hoje vim responder uma tag que vi no blog Amor pelas páginas. Achei a proposta bem interessante e fiquei animada para responder também.

Lembrando que as respostas são sobre a minha pessoa, haha.


LEITORES USAM ÓCULOS

Falso. Já usei, mas hoje não uso mais porque fiz cirurgia.

LEITORES BEBEM CHÁ ENQUANTO LÊEM

Falso. Moro num lugar que sempre está muito quente para tomar chá. Geralmente leio bebendo água ou um refri.

QUANTO MAIS LÊ, MAIS INTELIGENTE FICA

Verdade. Acho que todo livro traz algum conhecimento, porém quanto mais eu leio, mais eu percebo que não sei muita coisa.

COLECIONA MUITOS LIVROS

Verdade. Mas é uma coisa que dei uma parada no último ano, porque gosto muito mais de ler livros digitais. Também porque é bem complicado cuidar dos livros e tal. Confesso que tem uma editora em especial que compro todos porque os livros são lindos.

NÃO TEMOS MUITOS HOBBIES OU VIDA SOCIAL

Falso. Eu tenho outros hobbies além de ler, apesar de ler ser o meu preferido. Vida social eu também tenho, só que gosto mais de fazer programas com meus amigos em casa mesmo.

LEITORES QUEREM SER ESCRITORES

Verdadeiro. A gente que lê bastante sempre fica pensando em criar histórias. Acho que bate aquela vontade de combinar tudo que a gente andou lendo.

LEITORES PREFEREM LIVROS FÍSICOS A E-BOOKS

Falso. Hoje em dia eu prefiro muito mais os e-books pela facilidade de ter o livro em mãos na hora que compro, por poder levar para qualquer lugar e ler a qualquer hora. Livro físico tem muitas limitações, apesar de eu ainda gostar de comprar alguns.

SOMOS INTROVERTIDOS

Falso. Eu não sou a pessoa mais extrovertida do mundo, mas não sou introvertida. Eu só demoro mesmo pra pegar confiança nas pessoas, então acabo ficando mais na minha e até acham que sou metida. Com meus amigos, sou incrível!

LEITORES AMAM IR A LIVRARIA

Verdadeiro. Eu amo! Apesar de estar evitando livros físicos. Uma coisa que eu amava fazer era ir na livraria e descobrir livros novos.

OS LIVROS SÃO MELHORES QUE OS FILMES

Falso. Tem muitas histórias por aí que eu gosto muito mais do filme que do livro. Tem algumas que gosto dos dois, mesmo tendo suas diferenças. E ainda tem aqueles que não gosto de nenhum dos dois, kkkk. Algumas vezes o livro é melhor por ser mais completo, mas não acho que isso seja uma regra.

O que acharam das minhas respostas? Quem quiser responder e me enviar ficarei bem feliz.

Beijoos ;*

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Resenha literária: Tudo por ele

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Tudo por Ele.


Sinopse: Júlia foi ao Rio de Janeiro com o objetivo de encontrar sua mãe, de quem só sabia o nome, uma vez que fora deixada em um orfanato em São Paulo quando tinha apenas três anos. A jovem, estudante de Veterinária, recebeu ajuda de sua melhor amiga, que lhe conseguiu uma vaga para trabalhar na chácara de seu pai como tratadora dos cachorros. O que Júlia não imaginava é que se apaixonaria loucamente pelo pai de sua amiga, um homem bem mais velho e incrivelmente sedutor, avesso a relacionamentos sérios e casamento. Entre momentos de intensa paixão e muito amor, Júlia embarcou em uma viagem em busca de respostas acerca de seu passado, bem como em um forte amor no presente. Acompanhe Júlia nesta incrível jornada, onde ela poderá não só descobrir fatos sobre sua origem, mas também sobre si mesma. Uma história forte, intensa, recheada de erotismo e sensibilidade.

Assunto: Romance.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 235.

Ano: ?.

Sobre a autora: Nana Pauvolih é carioca, e foi professora de história por muitos anos até, em 2012, começar a publicar seus romances eróticos na internet. Desde então, vem fazendo sucesso com séries como Segredos, best-seller da Amazon e que passará a ser editada pela Planeta, e Redenção.


Esse livro é de uma autora que eu gosto bastante, então isso já foi motivo suficiente para escolher ele. Peguei ele emprestado no Prime Reading.

A capa, na minha opinião, é bem padrão dos livros de romance. Não achei feia, mas também não tem nada de novo. Temos o casal principal e é isso. A diagramação é boa. Foi um livro fácil e rápido de ler.

Esse é aquele romance que a gente torce desde o princípio para o casal ficar junto, mesmo que um monte de gente seja contra. Só tenho que dizer que as questões do passado de Júlia acabam ficando muito pequenas perto do romance que acontece entre ela e o pai de sua amiga. Eu não conseguia parar de ler esperando o que ia acontecer, já que a Júlia era uma mulher inexperiente e o pai de sua amiga um cara experiente e livre demais. Fiquei um pouco triste com as coisas que ela descobriu sobre seu passado, mas feliz com o seu futuro. Um romance bem gostoso de ler.

Para quem está procurando um romance legal, indico esse. Pode ser estranho demais imaginar alguém apaixonada pelo pai da amiga, mas acho que é algo que pode acontecer.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

sábado, 12 de dezembro de 2020

Sessão pipoca: Podres de Ricos

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Podres de Ricos.


Sinopse: Rachel Chu é uma professora de economia nos EUA e namora com Nick Young há algum tempo. Quando Nick convida Rachel para ir no casamento do melhor amigo, em Singapura, ele esquece de avisar à namorada que, como herdeiro de uma fortuna, ele é um dos solteiros mais cobiçados do local, colocando Rachel na mira de outras candidatas e da mãe de Nick, que desaprova o namoro.

Gênero: Comédia, Romance.


Esse filme estava na minha listinha a meses. Ele até ficou disponível em um dos streamings que assino, mas como só tinha legendado eu confesso que tinha ficado com preguiça de assistir. Então, quando entrou no Telecine é que eu resolvi assistir (lá tem a opção dublado, haha).

Eu sou suspeita para falar sobre filmes de romance, porque eu adoro. Esse é um daqueles clichês que eu gosto bastante, porém algumas coisas diferem eles de outros filmes. Primeiro o elenco que é de origem asiática e a história que se passa em Singapura, o que traz pra gente um pouco dessa cultura tão rica. Mas a história é clichê no ponto em que o cara rico se apaixona por uma mulher simples, ele filho de grandes empresários e ela apenas uma professora universitária. A trama gira em torno do quanto Rachel se sente diferente no meio das pessoas ricas de Singapura, e muitas vezes se pergunta o porquê de Nick estar apaixonado por ela. Ela descobre que as pessoas ricas podem ser bem ruins e que vão fazer de tudo para afastá-la de seu namorado. O Nick é um cara legal, mas que ao mesmo tempo achei que ele meio que ignorava o que estava acontecendo ao seu redor, até de fato tomar uma atitude. Uma coisa que me chamou a atenção foram os cenários e os figurinos, tudo muito luxuoso e ostentoso.

É o típico romance clichê em que a família rica é contra o casamento com uma pessoa que não é da mesma posição social. Para quem gosta de filmes desse tipo, esse é uma boa pedida.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Diagnóstico: viciada em ler

Olá querido(a)!
Hoje resolvi trazer um pequeno texto por aqui, já que estou voltando com o modo leitora.


Sinto que os dias passam e eu estou ali vendo eles passarem pelos meus olhos. Não gosto de sensação, mas é a que tenho no momento. Me falta algo, mas não sei o que pode ser.

Algumas vezes me distraio com livros e fico imersa em histórias muito diferentes da minha. Isso preenche meus dias e meu ser. Gosto de poder viajar e me aventurar dentro do meu quarto, usando apenas o poder da minha imaginação.

Leitura não é fácil pra todo mundo, mas pra quem como eu que ama é o melhor jeito de se distrair das coisas. Estava com saudades e agora não consigo parar de ler.

Quero dizer que estou bem. Quero dizer que fui diagnosticada como viciada em livros, em leitura.

Beijoos ;*

terça-feira, 8 de dezembro de 2020

Resenha literária: O livro dos ressignificados

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre O livro dos ressignificados.


Sinopse: Releituras poéticas em que experiências pessoais com substantivos, adjetivos e verbos pesam mais do que a objetividade dos dicionários. Antes aprisionadas na formalidade dos dicionários, palavras como “girassol”, “Deus”, “sonho”, “tatuagem”, “cafuné” e muitas outras são libertadas por João Doederlein ― que assina com o pseudônimo Akapoeta ― neste seu primeiro livro. Elas são repensadas a partir das experiências pessoais do autor, de vinte anos, e de sua geração, mesclando romantismo bem resolvido, paixão, isolamento e um dia a dia que respira tecnologia e cultura pop. Combinando textos que se tornaram sucesso nas redes sociais com material inédito, o autor acha novos significados para os signos do zodíaco, para clichês indispensáveis como “paixão” e “saudade” e para as atualíssimas “match” e “crush”. Uma história de amor correspondido entre um jovem e sua musa ― a escrita.

Assunto: Poema, Poesia.

Editora: Paralela.

Páginas: 216.

Ano: 2017.

Sobre o autor: João Doederlein nasceu em Brasília em 1996. Estuda publicidade na UnB e mora com a mãe na mesma cidade.


Se eu não me engano achei esse livro na loja do Kindle um tempo atrás e estava de graça, por essa razão decidi que seria uma boa baixa-lo.

A capa é bem bonita e me lembra um pouco a capa dos livros de pintar para adultos. Me agrada o fundo florido. A diagramação é boa, mas imagino que seja melhor ainda no livro físico. Uma leitura rápida e fácil.

Eu sou suspeita para falar porque eu amo livros de poesia e poemas, mas sou bem sincera quando não gosto. Esse é um daqueles que me encantou de uma forma que eu nem sei explicar. O livro sempre tem uma palavra base que é ressignificada em forma de poesia. Gostei tanto que fiz muitas marcações em palavras e significados que eu gostei. É o tipo de livro leve e fácil que acho que todo mundo deveria ler. Acho que apareceu no tempo certo da minha vida.

É um livro muito bom para quem gosta de poemas e poesias. Posso até dizer que entrou para os preferidos.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

sábado, 5 de dezembro de 2020

Sessão pipoca: O Homem Invisível

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi O Homem Invisível.


Sinopse: Em O Homem Invisível, quando o ex abusivo de Cecilia tira a própria vida e deixa sua fortuna, ela suspeita que a morte dele tenha sido uma farsa. Como uma série de coincidências se torna letal, Cecilia trabalha para provar que está sendo caçada por alguém que ninguém pode ver.

Gênero: Fantasia, Suspense, Terror.


Um filme que estava na minha listinha a algum tempo e que eu estava só esperando entrar em alguma plataforma de streaming. No caso, entrou a algum tempo no Telecine. Corri logo para assistir.

Esse é um filme com uma temática que trata de abusos domésticos, apesar de eu ter percebido que essa não é o enredo central do filme. No caso é apenas uma base para a história fictícia e fantasiosa que se segue. No momento em que a protagonista consegue fugir dos abusos que sofria do seu ex, vem a notícia que ele cometeu suicídio e lhe deixou uma fortuna. O problema é que para receber esse dinheiro, ela deve cumprir algumas regrinhas. Mas as coisas começam a ficar bem estranhas quando Cecilia começa a sentir uma presença invisível querendo acabar com a sua vida. A maior parte do filme é ela angustiada com o que está acontecendo, suspeitando do ex e todo mundo achando que ela enlouqueceu. É aí que a gente vê que o relacionamento abusivo deixa marcas profundas nas pessoas. Eu achei o filme sensacional e fiquei nervosa em cada segundo. Se já é complicado lutar contra alguém que você vê, imagina uma pessoa invisível? 

Um filme que indico para quem está procurando algo diferente. Um suspense muito bem pensado, apesar de fantasioso.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Minhas leituras de novembro de 2020

Olá querido(a)!
Hoje vim compartilhar minhas leituras do mês com você. Se você não viu minhas de outubro, você está esperando o que? Esse mês tenho uma notícia ruim: não li nada. kkkkk. Não que eu não tenha lido, comecei dois livros, só não consegui terminar. O último mês foi um pouco estressante para mim e acabei ficando sem paciência para leituras. Outra coisa que me atrapalhou é que tenho passado muito tempo no celular a noite, antes de dormir, que é o horário que eu mais gosto de ler. Mas, para não ficar sem postagem, vou mostrar os dois livros que estou lendo.

1- A Grande Gripe


2- Dez Argumentos Para Você Deletar Agora Suas Redes Sociais


O que achou dos livros que estou lendo? Me conta aí quais foram suas leituras do mês passado!

Beijoos ;*

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Resenha literária: Uma mulher no escuro

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Uma mulher no escuro.


Sinopse: Um crime brutal cometido há vinte anos, uma única sobrevivente, o retorno calculado do assassino. Em quem Victoria deve confiar? Neste thriller psicológico, Raphael Montes une romance e suspense em uma narrativa intrincada e sedutora. Victoria Bravo tinha quatro anos quando um homem invadiu sua casa e matou sua família a facadas, pichando seus rostos com tinta preta. Única sobrevivente, ela agora é uma jovem solitária e tímida, com pesadelos frequentes e sérias dificuldades para se relacionar. Seu refúgio é ficar em casa e observar a vida alheia pelas janelas do apartamento onde mora, na Lapa, Rio de Janeiro. Mas o passado bate à sua porta, e ela não sabe mais em quem pode confiar. Obrigada a enfrentar sua própria tragédia, Victoria embarca em uma jornada de amadurecimento e descoberta que a levará a zonas obscuras, mas também revelará as possibilidades do amor. Um psiquiatra, um amigo feito pela internet e um possível namorado ― qual dos três homens está usando tudo o que sabe para aterrorizar a vida de Vic? E o que afinal ele quer com ela? Na literatura nacional, Raphael Montes é unanimidade quando se trata de livros de suspense. Uma mulher no escuro traz sua primeira protagonista feminina e confirma o autor como um dos mais originais da atualidade ― além de deixar o leitor intrigado do começo ao fim.

Assunto: Ficção, Mistério, Suspense.

Editora: Companhia das Letras.

Páginas: 256.

Ano: 2019.

Sobre o autor: Raphael Montes é um escritor e roteirista brasileiro de literatura policial. Estima-se que, até março de 2020, todos os seus livros juntos tenham vendido cerca de 100 mil cópias no Brasil e que a sua obra já tenha sido traduzida para 10 idiomas.


Já adianto que essa é a última resenha de livro do Raphael Montes por aqui, já que ele não tem mais nenhum livro lançado. Quando ele lançar algo novo com certeza eu vou fazer mais resenhas :)

A capa tem tudo a ver com o livro. No começo eu achava ela estranha, até ler a história e ver que possui os elementos certos. Temos um ursinho de pelúcia e tinha preta escorrendo dele. Acho uma capa macabra, mas gosto dela. Não vou comentar sobre a diagramação. Esse foi um livro que li bem rápido, porque me prendeu bastante.

Já adianto que essa história é impactante desde o início. Logo nas primeiras páginas uma tragédia acontece e uma família inteira morre, sobrando apenas a filha mais jovem. Ao longo da história coisas estranhas começam a acontecer e as informações são entregues a nós e a Victoria aos poucos. A gente passa a história inteira tentando descobrir qual é o cara culpado pelo assassinato da família e que está de volta. Confesso que fiquei confusa o tempo todo, e só descobri de verdade quando o livro me confirmou. Me senti feita de palhaça! A história também tem coisas mais sombrias por trás, como abuso infantil (já avisando para quem tem problemas com isso). Quando a gente chega ao fim, tudo faz sentido. Foi incrível! Gostei bastante, a história tem muitas reviravoltas e achei que todos os pontos ficaram fechados.

É um suspense muito bem escrito e que não dá para parar de ler enquanto não chegar ao final. Acho o assunto bem atual, apesar de ser uma ficção.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*