quarta-feira, 17 de junho de 2020

Resenha literária: Isso (Não) É Muito Black Mirror

Olá querido(a)!


Sinopse: A obra é fruto de uma disciplina ministrada na Faculdade de Comunicação da UFBA e das discussões feitas em sala de aula. Ao longo dos capítulos, Lemos faz uma análise completa de cada um dos episódios ao longo das quatro temporadas da série. Episódios como Urso Branco e Black Museum trazem às páginas do livro discussões profundas sobre tecnologia, comunicação, justiçamento, sociedade do espetáculo, entre outras.

Assunto: Comunicação, Ciências Sociais, Sociologia, Tecnologia.

Editora: Edufba.

Páginas: 164.

Ano: 2018.

Sobre o autor: André Lemos (http://andrelemos.info) é Professor Titular do Departamento de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Faculdade de Comunicação da UFBA. É engenheiro mecânico formado pela UFBA (1984), Mestre em Política de Ciência e Tecnologia pela COPPE/UFRJ (1991) e Doutor em Sociologia pela Université René Descartes, Paris V, Sorbonne (1995, bolsa do CNPQ). Foi Visiting Scholar nas Universidades McGill e Aberta, ambas no Canadá (2007-2008, bolsa de pós-doutorado pelo CNPq) e no Programmable City Lab na National University of Irlanda, Maynooth (Bolsa estágio Sênior, CAPES, 2015-2016). Membro fundador da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCIBER). Diretor do Lab404 - Laboratório de Pesquisa em Mídia Digital, Redes e Espaço (http://lab404.ufba.br). É atualmente pesquisador "1 A" do CNPq, Membro do Comitê Gestor do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT-DD), Membro Ssuplente do CGI (Brasil), Membro do conselho acadêmico da Cátedra Julian Assage de Tecnopolítica e Cultura Digital (CIESPAL-Equador), Conselheiro substituto do Conselho de Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia (CONCITEC) e Membro do External Advisory Committee of DigiMedia (Digital Media and Interaction research centre) da Universidade de Aveiro, Portugal. André lemos foi Presidente da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação - COMPÓS (2001-2003), Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da FACOM/UFBA (1999-2001) e Chefe do Departamento de Comunicação (FACOM/UFBA). Foi editor da Revista Textos de Comunicação e Cultura (atual Contemporanea) em 1997. Professor visitante em várias universidades brasileiras e estrangeiras. Foi membro titular do Comitê Assessor do CNPQ para a área de comunicação (2009-2012) e Coordenador Geral do Comitê Assessor para as áreas de Comunicação, Ciências da Informação, Museologia e Artes do CNPq (2011-2012). Atua na área de comunicação e sociologia, com ênfase em cultura digital ou cibercultura. Tem 13 livros publicados/organizados e dezenas de artigos em revistas acadêmicas (Qualis A e B) nas áreas de comunicação e sociologia, nacionais e internacionais. Formou, 20 mestres, 8 doutores e 2 pós-doutores. Membro de diversas comissões científicas de revistas nacionais e internacionais, particularmente das revistas Sociétés (França), Teknokultura (Espanha), Canadian Journal of Communication, Space and Culture e Wi. Journal of Mobile Media, Canadá, entre outras. É membro do conselho consultivo internacional para a área de ?Digital Communities? do Prix Ars Electronica (Linz, Austria) . Fez parte de diversas comissões nacional e internacionais como "Best of Blogs", Deutsche Welle (Bonn, Alemanha), Funarte, Petrobrás, Memefest, Prêmio Sérgio Mota, entre outros.


Nas minhas andanças pela loja de ebooks do Kindle eu achei esse livro. Não foi por acaso. Já conhecia o autor (usei alguns artigos dele no meu TCC da faculdade) e estava atrás de livros dele que poderiam ser interessantes para mim.

A capa é simples, mas posso dizer que achei super a ver com o conteúdo. É uma tela/espelho quebrado. É só isso mesmo, mas remete bastante a Black Mirror. A diagramação é ótima. O livro é bem curtinho e é uma leitura rápida.

Posso dizer que pirei muito nesse livro? Eu confesso que apesar de ser uma pessoa estudiosa, não sou uma pessoa que analisa muito a fundo obras cinematográficas ou televisivas, por isso me interessei por esse livro. Gosto da série, mas tenho que dizer que algumas coisas são por vezes confusas, apesar de nos fazerem refletir. Eu imaginei que seria uma análise voltada para a comunicação por conta de outros textos que já tinha lido do autor, mas foi muito melhor do que eu esperava. Ele analisa cada capítulo individualmente traçando paralelos com algumas teorias da comunicação e filosóficas. Apesar de a análise estar ligada a comunicação e filosofia, ela é bem didática. Não é um livro apenas para pessoas da área, mas para todos. Refleti bastante e todas as análises foram super pertinentes. E o que mais me impressionou é que a gente tem a visão que a série trata de um futuro próximo, porém nas análises o autor mostra por A+B que a série trata de problemas do passado em um mundo de tecnologias, e algumas vezes do presente também. O futuro só se encaixa ali em alguns dispositivos apresentados, mas os problemas sociais são muito mais antigos. A gente tem só a sensação de futuro mesmo. Fiquei bem empolgada com as análises e esse já virou um dos meus livros favoritos. Uma leitura obrigatória para quem gosta da série.

Um livro indicado para quem acompanha Black Mirror e quer ir mais a fundo no enredo da série de um ponto de vista mais sociológico e comunicacional da coisa. Para quem também não assistiu Black Mirror é uma boa leitura, já que o autor faz um resumo dos episódios antes de começar cada análise.

Esse livro eu comprei em formato de ebook na Amazon. Paguei R$ 7,35 mas o preço varia bastante.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*



6 comentários:

  1. Eu assisto a série e não conhecia o livro, hein? Mas fiquei curiosa com as análises que o autor faz!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  2. Não assisti a série, acho que ia ficar boiando nesse livro.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  3. Já tinha ouvido falar desse livro, e só o título já é curioso hehe!
    Parece ser bem interessante.
    Gostei da resenha :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu amo a série Black Mirror, não conhecia esse livro, e olha que amo ler. Vou pesquisar.
    Visite-nos:
    Make Beauty Close
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Thank you for sharing! I couldn't handle the show but a book allows for taking a breath, so I could try.

    Lindifique

    ResponderExcluir