sábado, 1 de agosto de 2020

Sessão pipoca: Secretária

Olá querido(a)!
O filme escolhido para a sessão pipoca de hoje foi Secretária.


Sinopse: Após passar algum tempo em um sanatório, Lee Holloway volta para a casa de seus pais pronta para recomeçar sua vida. Ela então faz um curso de secretária e tenta um emprego com E. Edward Grey, que tem um escritório de advocacia. Apesar dela nunca antes ter trabalhado Lee é contratada por Grey, que não dá importância para sua falta de experiência. Inicialmente o trabalho parece bem normal e entediante, pois só digita, arquiva e faz café e Lee se esforça para agradar seu chefe e sua mãe, Joan, se mostra ansiosa para a filha ser bem sucedida. Lentamente Lee e Grey embarcam em uma relação mais pessoal atrás de portas e cruzam linhas de conduta da sexualidade humana, um caso de amor no qual os papéis de dominação e total submissão ambos desempenham perfeitamente.

Gênero: Comédia, Erótico, Romance.


Assisti esse filme porque escutei algumas pessoas do meio BDSM falarem dele, e aí acabei encontrando no Prime Video. Não tinha o que assistir e resolvi arriscar nesse.

Confesso que eu gostei do filme e ao mesmo tempo algumas cenas me causaram um certo incomodo. A história gira em torno de Lee que acabou de sair do sanatório e que está atrás de viver uma vida normal. Ou seja, a gente já pode ver que a personagem possui problemas psicológicos. A única coisa que ela sabe fazer, pelo jeito, é ser secretária e por isso ela está atrás desse emprego. No caso ela acaba na firma de advogados e passa a trabalhar para Edward Grey (só lembrei de Cinquenta Tons de Cinza). A gente começa a perceber que Lee é novata no cargo e se atrapalha em alguns momentos, também conseguimos ver que Edward é um cara que adora humilhar suas secretárias (uma das vertentes dentro do BDSM). No fim das contas eles começam a se envolver sexualmente e a ter uma relação baseada em submissão e dominação. Essa situação chega a linhas bem perigosas, na minha opinião, e tudo vai se agravando ao longo do filme. O final é interessante e é um filme que retrata bem melhor o BDSM que o Cinquenta Tons de Cinza.

Indico esse filme para quem gosta de filmes de romance mais picante. Não é uma história tradicional, mas é bem interessante de ver.


Você já assistiu esse filme? Deixe um comentário falando o que achou sobre ele e sobre a sessão pipoca de hoje, vou adorar saber a sua opinião :)

Beijoos ;*

7 comentários:

  1. no conocía esta pelicula, me ha sorprendido por los actores la temática.

    ResponderExcluir
  2. Não vi esse filme, não curto muito esse gênero.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia, mas deve ser até interessante para conhecer um pouco mais de como funciona BDSM.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Eu não curto muito BDSM particularmente, mas dependendo do que, gosto de assistir filmes sobre. Vendo as semelhanças, é de se pensar até que ponto esse filme influenciou a autora de 50 tons. Como dizem, nada se cria, tudo se copia.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Quando escuto ou leio a palavra "Grey", automaticamente, lembro de Cinquenta tons de cinza. Não tem como, né? hahaha! Assim, confesso, que não é um filme que me chama muita a atenção não. Daí, esse eu passaria. Mas para quem curte e tal, acho que é uma boa pedida. :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  6. uau, é o tipo de filme que eu não me arriscaria a ver

    beijo
    A mina de fé

    ResponderExcluir
  7. Não sei se é um filme que eu me interessaria tanto, mas pode ser que eu dê uma chance :)
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir