quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Resenha literária: Da Fruta Que Você Gosta

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Da Fruta Que Você Gosta.


Sinopse: Da Fruta Que Você Gosta é um livro com 15 contos homoeróticos, feitos para brincar com a sua imaginação, descrevendo fetiches e caprichos para o seu total prazer. O objetivo de cada parágrafo é fazer com que seus olhos brilhem, seu coração bata mais forte e seus suspiros escapem pela boca. O livro começa com o conto erótico “Primeira Vez” que possui o estilo dos contos tradicionais de internet, e lentamente evolui junto com o leitor, despertando novas sensações e delírios a cada página, até chegar em “Vestígio”, um conto poético e profundo. Até lá, delicie-se a noite numa praia em Salvador, com um demônio que quer o seu corpo nu, com confissões de pecados, com lembranças que não deveriam ser ditas em voz alta e frases que foram feitas para serem sussurradas ao pé do ouvido na hora “h”. Morda um pedaço de cada fruta: cítrica, doce, suculenta e descubra qual a fruta que você gosta!

Assunto: Contos Erótico, LGBT.

Editora: Publicação Independente.

Páginas: 166.

Ano: 2016.

Sobre o autor: Yule Travalon é baiano, escreve romances contemporâneos que possuem comédia romântica, conspirações e representatividade. É formado em história, joga tarot, lê mapas astrais. Ama literatura, ocultismo, paganismo, comentários em seus livros, jogar conversa fora e jogar fora a conversa.


Mais um livro do Yule, um dos meus escritores preferidos, que peguei com a minha assinatura do Kindle Unlimited para ler. Esse, diferente dos outros que já trouxe por aqui, é um livro de contos.

A capa do livro é básica, mas eu gosto. É uma capa que chama a atenção. Nela temos a foto de um "tanquinho" e o título por cima dele. Foi um livro que demorei um pouco para ler mesmo sendo curto.

"Por que na verdade, eu não estou doente. A minha doença, é a doença que aflige qualquer pessoa dessa geração: o rosto bonito e a alma vazia e só. Estamos todos tão preocupados em receber likes, em ser compartilhados e lidos que nos esquecemos de ser quem somos. Queremos ter fotos badaladas e comentadas e esquecemos de carregar as lembranças feito cicatrizes na própria pele. O mundo está doente e eu tento me curar todos os dias e assim me mantenho vivo. Eu sou a minha cura e não posso permitir outro tipo de cura."

Confesso que esse livro não entrou para o rol dos meus favoritos do autor, mas eu gostei. Acho que nunca tinha lido nada coma temática LGBT, mas eu curti. O bacana dos contos é que eles vão evoluindo de um jeito bem interessante. Os primeiros são bastante carnais e impulsivos e ao longo do livro os próximos contos vão ficando mais profundos e apaixonados. Não consigo escolher um favorito porque todos de algum jeito foram interessantes de ler. Acho o conjunto da obra harmônico e interessante. 

Acho que vale a pena a leitura para quem tem interesse na temática LGBT com essa pegada mais erótica.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*



5 comentários:

  1. Gracias por la reseña. Lo tendré en cuenta. Te mando un beso

    ResponderExcluir
  2. O livro parece bem interessante.

    Beijos
    https://momentoseoutrascoisas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha. Quase não leio livros nessa temática, mas super leria.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Uiii contos eróticos, eu super leria.
    Bacana ter temática lgbt, tem muitos livros assim agora, não eróticos, mas uns com hots bem bacana. Um de sucesso é o vermelho, branco e sangue azul.
    Beijos!
    www.pamlepletier.com

    ResponderExcluir
  5. Um livro que, imagino, ser muito interessante de folhear e ler.
    .
    Cordiais saudações.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir