segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Resenha literária: Lady Killers - Assassinas em Série

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro Lady Killers - Assassinas em Série.



Sinopse: Quando pensamos em assassinos em série, pensamos em homens. Mais precisamente, em homens matando mulheres inocentes, vítimas de um apetite atroz por sangue e uma vontade irrefreável de carnificina. As mulheres podem ser tão letais quanto os homens e deixar um rastro de corpos por onde passam — então o que acontece quando as pessoas são confrontadas com uma assassina em série? Quando as ideias de “sexo frágil” se quebram e fitamos os desconcertantes olhos de uma mulher com sangue seco sob as unhas? Prepare-se para realizar mais uma investigação criminal ao lado da DarkSide Books e sua divisão Crime Scene. Esqueça tudo aquilo que você achava que sabia sobre assassinos letais — perto de Mary Ann Cotton e Elizabeth Báthory, para citar apenas algumas, Jack, o Estripador ainda era um aprendiz. Inspirado na coluna homônima da escritora Tori Telfer no site Jezebel.com, Lady Killers: Assassinas em Série é um dossiê de histórias sobre assassinas em série e seus crimes ao longo dos últimos séculos, e o material perfeito para você mergulhar fundo em suas mentes. Com um texto informativo e espirituoso, a autora recapitula a vida de catorze mulheres com apetite para destruição, suas atrocidades e o legado de dor deixado por cada uma delas. As histórias são narradas através de um necessário viés feminista. Telfer dispensa explicações preguiçosas e sexistas e disseca a complexidade da violência feminina e suas camadas. A autora também contesta os arquétipos — vovó gentil, mãe carinhosa, dama sensual, feiticeira traiçoeira, entre outros — e busca entender por que as mulheres foram reduzidas a definições tão superficiais. Além disso, questiona a “amnésia coletiva” a respeito dos assassinatos cometidos por mulheres. Por que falamos de Ed Kemper e não de Nannie Doss, a Vovó Sorriso, que dominou as páginas dos jornais norte- americanos em 1950 por seu carisma e piadas mórbidas (ela matou quatro maridos)? Por que continuamos lembrando apenas de H.H. Holmes quando Kate Bender recebia viajantes em sua hospedaria (e assassinava todos que ousavam flertar com ela)? A linha que divide o bem e o mal atravessa o coração de todo ser humano. Lady Killers: Assassinas em Série faz parte da coleção Crime Scene: histórias reais, de assassinos reais, indicadas para quem tem o espírito investigador. Entre os títulos da coleção estão Casos de Família e Arquivos Serial Killers, de Ilana Casoy, e o best-seller Serial Killers: Anatomia do Mal, de Harold Schechter. O livro de Tori Telfer, ilustrado pela artista salvadorenha Jennifer Dahbura e complementado com uma rica pesquisa de imagens, se junta a estas grandes fontes de estudo para alimentar a mente dos darksiders mais curiosos. Através das páginas de Lady Killers: Assassinas em Série os leitores vão perceber que estas damas assassinas eram inteligentes, coniventes, imprudentes, egoístas e estavam dispostas a fazer o que fosse necessário para ingressar no que elas viam como uma vida melhor. Foram implacáveis e inflexíveis. Eram psicopatas e estavam prontas para dizimar suas próprias famílias. Mas elas não eram lobos. Não eram vampiros. Não eram homens. Mais uma vez, a ficha mostra: elas eram horrivelmente, essencialmente, inescapavelmente humanas.

Assunto: Biografia, Crime.

Editora: Darkside Books.

Páginas: 384.

Ano: 2019.

Sobre a autora: Tori Telfer é escritora e editora, e seu trabalho já apareceu na Salon, Vice, Jezebel, The Awl, The Hairpin, Good Magazine, entre outros. Ela trabalhou como editora de revistas infantis, revisora acadêmica, ghostwriter corporativa, professora de redação e redatora publicitária voluntária; também rodou salões de muitos eventos deslumbrantes servindo tira-gostos. Escreveu, dirigiu e produziu peças independentes em Chicago e Los Angeles. Formou-se em Redação Criativa na Northwestern University. Lady Killers: Assassinas em Série é o seu primeiro livro.


Comprei esse livro na pré-venda porque vinha com brindes, porém não foi só esse o motivo. Sou apaixonada por livros que falem sobre crimes reais, sem contar que esse é da coleção Crime Scene da Darkside Books e que eu faço coleção desses livros. Estava muito empolgada em ler um livro que falasse apenas de assassinas mulheres, já que escutamos falar mais de homens assassinos.

Os livros da editora possuem sempre uma qualidade incrível e por isso todos possuem capa dura. O que falar dessa capa pink mas ao mesmo tempo um pouco sombria? Possuem elementos que remetem bastante as histórias contadas no livro. Possui o elemento de um olho, várias serpentes, uma tesoura e alguns arabescos. Na parte de trás temos um corselet. Todos esses elementos remetem a mulheres assassinas, só você forçar um pouquinho a mente que consegue fazer o link. A diagramação é a mais perfeita de todas, possui diversos elementos que deixam o livro lindo e organizado. É um livro longo mas de leitura fácil.

O livro contém 14 histórias sobre assassinas em série do mundo todo e de várias épocas. Uma coisa que vi bastante gente falando é que tinha medo de ser um livro de assassinas que falasse apenas de mulheres que matam por envenenamento, mas no fim das contas encontramos histórias de mulheres sádicas e perversas também. Acho incrível poder ter contato com essas histórias reais, e em muitos momentos acabei me sentindo próxima dessas mulheres de alguma forma e até concordando com seus crimes. Muitas assassinavam os maridos, mas penso que em tempos antigos em que o machismo devia ser muito mais forte, não vi tantos problemas. Achei que algumas motivações de assassinatos não foram tão claras, mas no geral adorei conhecer essas mulheres de diversos tempos que deixaram uma marca sangrenta em nosso mundo. Gostei bastante do livro!

Recomendo o livro para quem tem estomago forte (apesar de eu não ter achado tão pesado assim) e gosta de assuntos relacionados a crimes reais. O livro é maiores de 18 anos, então não indico que menores o leiam. Vale a pena a leitura!


O livro possui lindas ilustrações.


O bacana é que logo que você abre a capa, você tem essa visão (o mesmo na parte de trás).


O diferencial desse livro é o marcador (e esse é um dos mais legais que já vi), que a maioria dos livros da editora possuem e ainda veio esse marcador de corselet.

Comprei esse livro no site da Darkside Books, na pré-venda, e paguei R$ 59,90 nele.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

4 comentários:

  1. Esse livro parece ser incrível de ler!

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Thais, não conhecia esse livro, mas como adoro o gênero e ainda mais se tratando de crimes reais, já quero ler! *_*

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Uau, ainda não conhecia esse livro, mas gosto muito do gênero, principalmente quando são histórias verídicas, já fiquei desejando esse livro!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir