sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Como você tem alimentado as suas emoções?

Você sabia que alguns alimentos podem ajudar no combate a ansiedade e depressão?


Estamos no setembro Amarelo, a campanha de prevenção ao suicídio. Infelizmente, ainda não existe uma dieta que cure a depressão e a ansiedade. Entretanto apesar de certos planos alimentares ou alimentos não aliviarem imediatamente seus sintomas ou colocá-lo rapidamente de bom humor, uma dieta saudável pode ajudar como parte de seu tratamento geral. Confira abaixo alguns alimentos que podem auxiliar na depressão e ansiedade:

- Triptofano: a serotonina, um neurotransmissor relacionado com sensações de prazer e bom humor, é produzida a partir do aminoácido triptofano. Esse aminoácido não é produzido pelo nosso corpo e precisa ser obtido através da dieta. Tente comer algo com proteína várias vezes ao dia, especialmente quando precisa limpar sua mente e aumentar sua energia. Exemplos de alimentos ricos em triptofano: peixe, pão integral, banana, leite, queijo, ovo, amendoim, castanhas.

- Prebióticos e probióticos: prebióticos são alimentos que vão servir de fonte de energia para bactérias boas no nosso intestino enquanto probióticos são alimentos que contêm bactérias ou leveduras benéficas na sua composição. Esses alimentos ajudam na manutenção de bactérias intestinais boas para nossa saúde o que é extremamente importante, uma vez que 90% da serotonina e 50% da dopamina presentes no nosso corpo são produzidos pela microbiota intestinais. Prebióticos: tomate, cebola, aveia, alho, feijão, linhaça, banana. Probióticos: iogurte natural, leite fermentado, kefir, kombucha.

- Magnésio e zinco: são nutrientes que ajudam diversos processos cerebrais, como a síntese de serotonina, por exemplo. Esses nutrientes são amplamente encontrados em abacate, espinafre, grão de bico, salmão, semente de abóbora.

- Antioxidantes: o nosso corpo produz naturalmente radicais livres que podem induzir morte celular, envelhecimento e danos cerebrais. Uma forma de tentar combater os radicais livres é consumir alimentos ricos em antioxidantes como:
  • Beta-caroteno: brócolis, melão, cenoura, couve, abóbora, espinafre, batata doce
  • Vitamina C: acerola, kiwi, laranja, pimentão, batata, morango, tomate
  • Vitamina E: manteiga, nozes e sementes, óleos vegetais, gérmen de trigo


Alguns alimentos, por outro lado, podem piorar os sintomas quando consumidos em excesso, como alimentos com índice glicêmico alto como doces, balas, refrigerantes, salgadinhos, biscoitos recheados podem aumentar e diminuir de maneira rápida o açúcar no sangue provocando oscilações de humor. Além disso, alimentos com muitos aditivos alimentares (adoçantes, emulsificantes, realçadores de sabor) podem prejudicar sua microbiota e consequentemente piorar os efeitos desses transtornos. Café e energético podem piorar os sintomas de quem tem ansiedade, principalmente quando consumidos em excesso. Por último, mas não menos importante, evite dietas extremamente restritivas porque elas geralmente possuem baixo valor nutricional como de vitaminas, aminoácidos e minerais que são essenciais para o bom funcionamento cerebral.

É importante destacar, no entanto, que a saúde mental também impacta no comportamento alimentar dos indivíduos: uma boa alimentação ajuda no tratamento da depressão e ansiedade, entretanto esses transtornos levam a alimentação não saudável. Tanto a depressão quanto a ansiedade são transtornos mentais sérios, que necessitam da devida atenção médica, psicológica e de uma rede de apoio. A dieta é um fator auxiliar que deve atuar de maneira conjunta com as outras estratégias terapêuticas.

Caso precise conversar, você pode conferir no link abaixo o contato do Centro de Valorização da Vida (CVV):


Insta: kenianutri | Twitter: nutrikenia | E-mail: keniamorenonutri@gmail.com | Tik Tok: nutri_kenia

12 comentários:

  1. Oi Thais,
    Eu tenho ansiedade e depressão, e no meu caso eu sofro com falta de serotonina e outros hormônios, além dos meus traumas particulares. E realmente, uma boa alimentação pode ajudar a reduzir os sintomas das doenças, mas foi legal você ter comentado no post que quem tem ansiedade e depressão, tem inclinação à comer mal, e isso também é verdade, a falta de serotonina em mim por exemplo, causa uma vontade enorme de comer doce, mas eu tento controlar e me equilibrar pra não sucumbir, porém, ainda tem pessoas também que acabam tendo compulsão alimentar ou falta de apetite, por isso é tão importante um acompanhamento profissional.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito. Apenas uso de farmacos muitas vezes nao solidificam um tratamento adequado. Atividades fisicas, assim como, terapia tendem a dar excelentes resultados! ;)

      Excluir
  2. Genial entrada muy completa te mando un beso

    ResponderExcluir
  3. Uma coisa que mudou muito meu corpo e mente foi quando parei de consumir o corpo de animais. E eu percebi também como fico exausta ao consumi-las novamente durante a gravidez...

    Pra você e pra quem quer que leia essa comentário, se estiver precisando de alguém para conversar, não só em Setembro, estou aqui <3

    Beijão,
    Bela
    A Bela, não a Fera - Bookinstagram - Instagram pessoal

    ResponderExcluir
  4. Olá Thais. Infelizmente a depressão não tem cura por enquanto. Mas cuidar da alimentação, fazer terapia, acupuntura e tomar medicação e cuidar da mente com com certeza melhora a qualidade de vida.
    Eu tenho depressão e já estive em um grau de depressão profunda e sai do buraco com ajuda. Hoje vejo a vida mais colorida e com sentido.
    Um grande abraço e bom fim de semana
    Blog Lady Samy/Facebook/Instagram/Youtube

    ResponderExcluir
  5. A alimentação é a base de toda a vida. E nada como buscarmos a melhor alimentação, de acordo com as nossas características. Infelizmente, nem sempre isso é possível. Óptimo tema a ser debatido.
    Beijinhos
    Coisas de Feltro

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar da banana que é a fruta da alegria e combate a depressão. Muito bom saber dos demais alimentos.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  7. É fundamental saber gerir as emoções, tens toda a razão!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  8. Uma alimentação mais saudável faz toda a diferença em nossa vida.
    Eu tenho uma alimentação boa, mas as vezes dou uma escorregada e como uns doces porque não resisto.
    Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  9. Dicas preciosas. Obrigado por trazer esse conteúdo para nós.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts novos! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  10. As pessoas deveriam desmistificar todo contexto quando o assunto tratado ocorre na seara de depressão, ansiedade, suicidio. Começar a entender que dentre as mais variadas causas pode sim existir um fator clinico como um deficit na produção de serotonina. Assim como pessoas tem deficit na produção de insulina e buscam tratamento clinico adequado. Tenho problemas com depressão desde a perda dos meus pais. E o orgulho e falta de bom senso em reconhecer meu estado quase me levou ao suicidio. Hoje tenho tratamento adequado, instrução, comprometimento e vontade de vencer esse inimigo que se camufla mas ta sempre ali. Não tenham medo, orgulho, falta de bom senso. A vida sempre é seu maior tesouro!

    ResponderExcluir