sexta-feira, 12 de julho de 2019

Resenha literária: A Marca Pós-Moderna

Olá querido(a)!
A resenha literária de hoje é sobre o livro A Marca Pós-Moderna: Poder e Fragilidade da Marca na Sociedade Contemporânea.



Sinopse: As marcas contemporâneas jamais foram tão potentes e desejadas e ao mesmo tempo, nunca foram tão criticadas e atacadas. O paradoxo é só aparente porque é a mesma dinâmica que explica a centralização da marca no nosso modo de vida e as críticas às quais estão sujeitas. É a crescente interpenetração da economia, do consumo e da comunicação que explica esta mutação, do tipo pós-moderno. Apresenta um modelo de funcionamento da marca contemporânea. Mostra como se dá a dinâmica de uma marca moderna e descreve as estratégias que levam uma marca ao sucesso e as armadilhas que a levam algumas marcas ao fracasso. Discute a disseminação social da marca pós-moderna, o seu diálogo além do consumo a sua extensão a outros universos (cinema, esporte, política, mídia, turismo, cultura, questões humanitárias). Numa sociedade dominada pelo imaterial, as marcas propõem mundos possíveis que concorrem à construção da representação individual e coletiva. Tais mundos possíveis fornecem ao indivíduo estímulos que o ajudam a atribuir um determinado conteúdo e significado a seus projetos de vida. O livro é uma análise lúcida das escolhas feitas pelo Management que geram a potência ou a fragilidade das marcas contemporâneas.

Assunto: Administração, Marketing, Negócios.

Editora: Estação das Letras e Cores.

Páginas: 300.

Ano: 2006.

Sobre o autor: Andrea Semprini é um dos maiores especialistas em marca. Dirige o Instituto de Pesquisa de Mercado e Consultoria Arkema. É conselheiro de numerosas empresas multinacionais com marcas de grande prestigio. É professor de Teoria da Marca e da Comunicação na Sorbonne em Paris, na American University de Paris, professor de sociologia na Universidade de Lille I - França e leciona Estratégia de Marcas na IULM em Milão. É autor de diversos livros e artigos. Suas principais publicações sobre o tema são: Marche e mondi possibili (Milão, 1993) e La marca (Milão, 1996).


Comprei esse livro depois de ir em um encontro do grupo de pesquisa que faço parte e esse livro estar como indicação de leitura e dentro da discussão que estávamos fazendo no dia.

A capa me agrada, já que é super colorida. Não é uma capa complexa e até digo que é simples, mas é bem legal. 
A diagramação é ótima. A leitura foi um pouco complicada, então demorei um pouco.

Esse é livro que trata sobre marcas, mas aqui temos ela mais voltada para questões atuais da marca e como ela é frágil. Eu senti que esse livro aborda questões mais teóricas da marca que entram bastante em assuntos que estudamos em faculdades de comunicação. Acho que por ser tão teórico e também abordar algumas áreas em que tenho um pouco de dificuldade ou que não me interessam tanto, eu achei esse meio chatinho. A leitura é válida, por trazer discussões atuais sobre a questão das marcas na nossa realidade, apesar de eu não ter amado eu consigo entender a importância dele dentro dos estudos de marca.

Essa é uma leitura quase que obrigatória para estudantes e profissionais da comunicação. Acho que vale a pena a leitura para todos que querem saber mais sobre esse assunto, além de pessoas que trabalham diretamente com isso.

Comprei esse livro na Amazon e paguei R$ 51,28 nele.

O que você achou da resenha? Já leu esse livro? Tem interesse em ler? Deixe seu comentário aqui embaixo, estou doida para saber a sua opinião!

Beijoos ;*

4 comentários:

  1. muito interessante conhecer esse livro, pra quem trabalha com comunicação é msm mt importante

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Gostei do seu artigo, sempre com dicas e informações importantes. Seu site é um dos meus sites favoritos que estou sempre visitando..

    Parabéns!

    Meu Blog: Loterias

    ResponderExcluir